MAIS LIDAS AGORA:
Segunda, 16 Abril 2018 13:54

A partir de hoje, Caixa Econômica volta a financiar 70% de imóveis usados Destaque

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

A partir desta segunda-feira (16), a Caixa Economica Federal irá reduzir os juros do financiamento da casa própria, além de subir de 50% para 70% o percentual do valor financiado para compra de imóvel usado. Para novas unidades, o teto do financiamento foi mantido a porcentagem de 80%.

A redução em duas linhas de financiamento ocorre após 17 meses, quando o banco reduziu em 0,25% os juros de financiamento para aquisição da casa própria em novembro de 2016. Quem já tem contrato de financiamento em andamento com o banco, não será contemplado.

O que mudou

As mudanças, que começam a valer hoje, são para linhas de financiamento que utilizam recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo. Para compra de imóveis pelo Sistema Financeiro Habitacional (SFH), onde estão enquadrados os imóveis residenciais de até R$ 800 mil para todo o País, a taxa mínima de juros caiu para 9% ao ano.

Quando os imóveis forem enquadrados no Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI), cujos valores dos imóveis são acima dos limites do SFH, a taxa mínima caiu de 11,25% para 10% ao ano.

O que não mudou

A linha Pró-Cotista, destinada a trabalhadores com conta no FGTS, não teve alterações e segue oferecendo taxas de juros que variam de 7,85% (clientes com débito em conta ou conta-salário) a 8,85% ao ano. Os prazos para permanecem entre 156 para 420 meses no caso do SFH e 120 a 420 meses, no SFI. 

A Caixa, que lidera o mercado com cerca de 70% das operações, possui R$ 82,1 bilhões para o crédito habitacional em 2018. “Vai fazer com que se produza mais empreendimento na construção civil, ela vai fazer com que tenhamos mais financiamentos imobiliários e isso tem em instância final a geração de emprego e renda”, afirma Nelson Antônio de Souza, presidente da Caixa.

A Caixa anunciou ainda a retomada do financiamento de operações de interveniente quitante (imóveis com produção financiada por outros bancos) com financiamento de até 70%. O banco informou que possui R$ 82,1 bilhões para o crédito habitacional neste ano.

 

 Com informações Diário do Nordeste

Lido 127 vezes