60% dos locais analisados pelo IBGE registram queda na produção industrial em novembro; Ceará teve alta de 0,9%

Nove dos 15 estados analisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE, tiveram queda na produção industrial de outubro para novembro de 2018.

Goiás registrou a maior baixa, de 6,2%, seguido pelo Amazonas, que teve queda de 3,5% e Rio de Janeiro, com 2,2%. Pará, Bahia, Santa Catarina, Espírito Santo, Mato Grosso e a Região Nordeste também registraram índices negativos.

Os maiores aumentos foram em Pernambuco, com 1,4%, Paraná, 1,1% e no Ceará, com 0,9%. São Paulo e Minas Gerais registraram alta de 0,7% na produção industrial no período e o Rio Grande do Sul teve um resultado positivo de 0,4%.

No acumulado de 2018 até novembro, houve expansão da produção em 12 dos 15 locais pesquisados, com destaque para Pará, com 9,9%, Rio Grande do Sul, com 6,3%, Pernambuco, 6,1% e Amazonas, 6,1%. Goiás, Espírito Santo e Minas Gerais registram queda durante o período.

A produção industrial brasileira registrou alta de 0,1% em novembro na comparação com outubro. Foi o pior novembro desde 2015, quando recuou 2% na comparação com o mês imediatamente anterior. Na comparação com novembro de 2017, houve queda de 0,9%.

Leia a Anterior

Entrada da Semace na Redesim simplifica abertura de empresas

Leia a Próxima

Magistrados atuam em regime de plantão neste fim de semana