Bate Papo Político destaca decisão do Governo do CE de controlar acesso de torcedores aos estádios de Fortaleza

O Bate Papo Político traz como destaque na edição desta terça-feira, 13, no Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 24 emissoras no Interior), a decisão do Governo do Estado e da Prefeitura de Fortaleza de controlar o acesso de torcedores aos estádios de futebol da capital cearense, após a chacina ocorrida no bairro Benfica, em Fortaleza.

O crime, ocorrido na noite da última sexta-feira, 9, deixou sete pessoas mortas e quatro feridos. Algumas das vítimas estavam com camisas de time de futebol e de uma torcida organizada. Uma linha de investigação da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) apontou que a chacina poderia ter sido causada graças a um conflito entre torcedores. Já outras investigações apontavam que a disputa pelo tráfico de drogas na região por facções foi o principal motivador da sequência de ataques.

Segundo a decisão, somente torcedores cadastrados, com biometria facial registrada nos bancos de dados da Prefeitura de Fortaleza, terão acesso aos estádios de futebol na capital cearense. O procedimento foi acordado por representantes do Governo do Estado, Prefeitura de Fortaleza e forças de Segurança, que definiram uma série de medidas para conter a violência na cidade, em especial nos estádios ou envolvendo torcidas organizadas.

A Prefeitura de Fortaleza, que se mostrou afastada do Governo do Estado durante a “Chacina das Cajazeiras”, que deixou 14 mortos na madrugada do dia 27 de janeiro, mesmo com o vice-prefeito da cidade, Moroni Torgan – exímio conhecedor da área de Segurança Pública –, estando à frente da Secretaria da Segurança Pública Municipal, agora, mesmo que de forma tardia, parece ter se comprometido em tratar a questão da violência na capital estadual.   

Desta vez, o comportamento do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, foi bem diferente do apresentado após a “Chacina das Cajazeiras”, quando se manifestou apenas por meio de um vídeo divulgado nas redes sociais. O chefe do Executivo Municipal, após a sequência de assassinatos no Benfica, inclusive, interrompeu uma viagem programada para o exterior e ficou em Fortaleza para participar das discussões e apresentar sugestões para combater a criminalidade.

Outro tema relevante que esteve na pauta de discussões do Bate Papo Político de hoje foi a agenda do Congresso Nacional desta semana, que traz votações de projetos que podem contribuir para diminuir a violência. Na Câmara Federal, no entanto, os deputados parecem estar indo na direção oposta. É que a chamada Bancada da Bala voltou a insistir na revogação do Estatuto do Desarmamento ou, ao menos, numa flexibilização deste para facilitar o acesso da população à armas de fogo. Os parlamentares sustentam o argumento que é praticamente impossível conseguir registrar uma arma no Brasil.

O Bate Papo Político ainda trouxe uma informação que interessa aos cearenses que estão na espera por uma cirurgia eletiva. O programa Plantão Saúde Cirurgia, uma iniciativa do Governo do Estado que propõe que empresas ou entidades sem fins lucrativos da iniciativa privada, que tenham interesse em se credenciar junto à Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), realizem intervenções cirúrgicas, vai sair do papel já no mês de abril deste ano. 8.656 pacientes, cadastrados na Central de Regulação do Sistema Único de Saúde do Ceará, serão contemplados pelo edital.

Sobre o assunto, os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida conversaram com a secretária-executiva da Secretaria da Saúde do Estado, Lilian Amorim Beltrão, na edição desta terça-feira do Jornal Alerta Geral. A secretária-executiva falou sobre as especialidades contempladas pelo programa e sobre onde as cirurgias serão realizadas, que vai depender, segundo ela, do número de prestadores de serviços que se credenciarem para realizar esses procedimentos.

Lilian destacou ainda que a Sesa avalia se as empresas que irão prestar os serviços possuem recursos humanos e equipamentos suficientes para realizar os procedimentos de forma adequada, além de pontuar que os estabelecimentos credenciados são responsáveis pelo pré-operatório, avaliação do paciente, procedimento cirúrgico e avaliação pós-operatória.

Saiba mais sobre o assunto e ouça a entrevista completa com Lilian Amorim Beltrão, secretária-executiva da Sesa, clicando no link abaixo:
Plantão Saúde Cirurgia começa em abril; 8.656 pacientes serão contemplados, afirma secretária

Outra notícia trazida pelos jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida vem da região dos Inhamuns. Tramita na Câmara de Vereadores de Tauá duas Comissões Parlamentares de Inquérito (CPI) para investigar supostas irregularidades na gestão do atual prefeito do Município, Carlos Windson (PR), como informou o correspondente do Jornal Alerta Geral, Alverne Lacerda. Vale pontuar que o Ministério Público do Estado do Ceará pediu na última quinta-feira, 8, o bloqueio de recursos destinados à Prefeitura da cidade para o pagamento de servidores municipais.  

E por falar em Ministério Público Estadual, ele também está de olho nas ações da atual gestão da Prefeitura do Crato. O correspondente Franzé Sousa mostrou que o vereador Nando Bezerra (PTB), mais votado no Município em 2016, denunciou ao MP/CE o prefeito da cidade, José Ailton de Sousa Brasil (PP). O parlamentar solicitou investigação para verificar se o atual chefe do Executivo do Crato não cometeu improbidade administrativa.

Gostou do Bate Papo Político desta terça-feira? Então clica no link abaixo e ouça em primeira mão as análises dos jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida na íntegra!

BATE PAPO 13.03.2018