A bela e charmosa vila medieval de Óbidos

Você já pensou em ser transportado para uma típica vila medieval, com suas muralhas e ruas estreitas e sinuosas, que parece mais uma cidade tirada do filme “Senhor dos Anéis”. Pois vale a pena conhecer pequena cidade de Óbidos, que fica a apenas 80 km ao norte de Lisboa.

Com pouco mais de 11 mil habitantes, Óbidos reúne o charme de um típico vilarejo português medieval. A cidade está sobre uma colina e é repleta de casas de paredes brancas bem preservadas rodeadas por muralha e um castelo que datam da Idade Média.

A época de ouro da Região ocorreu a partir de século XIII, quando o Rei D. Dinis ofereceu  a vila à Rainha D. Isabel. Grande parte das construções são daquela época. A vila é um verdadeiro labirinto de ruelas de pedra que se estendem entre as muralhas, com pórticos manuelinos, pequenas praças e igrejas.

A via principal é a Rua Direita onde fica concentrada a maior parte do comércio, com artesanato, bares, restaurantes e pontos de produtos alimentícios, como queijos. Lá fica também a Oficina das Artes e a Associação Artesanal e Artística Bordar Óbidos, uma espécie de cooperativa que produz bordados belíssimos sobre tecido de linho branco. O visitante pode adquirir também peças de barro como o “assa chouriço”, uma travessa com umas ripas para apoiar o embutido de modo que a gordura caia. Também é muito forte na região a produção artesanal de geleias e outras compotas, além de licores com frutas.

O Centro da Vila é cheio de ladeiras e ruas estreitas e tortuosas. O carro deve ficar fora das muralhas em um estacionamento gratuito, onde há um prédio da prefeitura com banheiros públicos. É possivel caminhar sobre as muralhas, e ter um panorama das colinas e planícies ao redor de Óbidos. O castelo de Óbidos foi transformado em hotel – a Pousada Castelo de Óbidos, eleita uma das 7 Maravilhas de Portugal.

Outros pontos interessantes são a Igreja Matriz de Santa Maria, a Igreja da Misericórdia e o Museu Municipal de Óbidos.

Óbidos é palco de diversos eventos e festivais ao longo de todo ano. Um dos mais famosos é o Festival Internacional do Chocolate, que acontece em março. A cidade também recebe as Temporadas de Música Clássica Barroca, o Festival de Ópera e um Mercado de Natal no final do ano.

Entre julho e agosto, acontece o Mercado Medieval de Óbidos, que leva os visitantes em uma viagem no tempo com torneios de cavaleiros, ceias medievais e um mercado de artigos da época. Há uma variada oferta de produtos feitos manualmente pelos moradores: além de cerâmicas (utilitárias e decorativas), rendas e bordados, há cestas, vitrais e trabalhos em estanho.

A cozinha tem forte apelo regional, com receitas como aspargos com presunto defumado, perdiz na púcara e doces conventuais, mas também abre espaço para a criatividade do chef, que elabora pratos como as vieiras frescas com maçã e agrião e o foie gras sobre salada verde e maçã.

ONDE COMER

1º de Dezembro: Cozinha regional em ambiente agradável com mesas do lado de fora. Largo de São Pedro s/n. Tel. (351) 262 959 298.

Alcaide: É um dos mais famosos, com boa comida e carta de vinhos, além de uma linda vista da cidade. Tel. (351) 262 959 620. www.restaurantealcaide.com

O Conquistador: Na Rua Josefa, serve cozinha regional bem feita e com preços acessíveis. Ótimos pratos sazonais de caça. Tel. (351) 262 959 528.

ONDE SE HOSPEDAR

Dentro das muralhas de Óbidos:

Casal da Eira Branca (pousada) Preço: 47€. Pontos fortes: localização.

Albergaria Josefa D’Óbidos (hotel 3 estrelas) Preço: 52€. Pontos fortes: localização (provavelmente o alojamento mais popular de Óbidos).

Casa do Fontanário de Óbidos (pousada) Preço: 55€ duplo. Pontos fortes: localização, simpatia.

Casa das Senhoras Rainhas (pousada) Preço: 105€ – 130€. Pontos fortes: localização, conforto.

Pousada Castelo de Óbidos (Pousada de Portugal) Preço: 175€-210€. Pontos fortes: localização, edifício histórico, funcionários.

Alojamento fora da zona histórica

Homestay Castleview (hostel) Preço: 30€ duplo. Pontos fortes: limpeza, relação qualidade-preço.

Casa de Campo São Rafael (turismo rural) Preço: +- 55€ duplo. Pontos fortes: limpeza, conforto, envolvência.

 

COMO CHEGAR

A partir de Lisboa, o melhor método para viajar para Óbidos é de ônibus. Os ônibus expressos partem da estação de ônibus de Campo Grande, que está localizado nas linhas de metro verde e amarelo. A viagem dura mais ou menos uma hora e um único bilhete custa € 7,10.

A rota de ônibus de Óbidos é chamada de “Rápida Verde”, que liga Lisboa à cidade de Caldas da Rainha e é operado pela empresa de ônibus RODOTEJO. Existem vários serviços diários de segunda a sexta-feira, mas há significativamente menos serviços no fim de semana.

Para acessar Óbidos de carro, deve-se utilizar a via expressa A8 e a viagem demora 45 minutos. E lembre-se que não se pode entrar de carro na Vila, e seu carro deve ficar no estacionamento fora da muralha.