Assembleia Legislativa abre período extra para votar medidas contra ações criminosas

Os deputados estaduais interrompem, neste sábado, o período de recesso para se reunir, em caráter extraordinário, e votar mensagens do Poder Executivo com medidas para ampliar a força policial, instituir a lei da recompensa – pagamento a quem passar informações sobre ações e criminosos, e permitir a convocação de militares da reserva.

O governador Camilo Santana (PT), ao anunciar, nessa sexta-feira, a convocação extraordinária da Assembleia Legislativa, destacou a importância da votação de leis que ajudem o Governo do Estado  a conter a maior onda de violência do Estado. A primeira sessão do período extra será aberta às 14 horas. Uma das mensagens a serem votadas disciplina o pagamento de valores a quem ajudar a polícia com informações sobre os ataques e localização de criminosos.

A forma de pagamento ganhou a denominação de “Lei da Recompensa”, que prevê, segundo Camilo Santana, o “pagamento em dinheiro, pelo estado, para informações que sejam prestadas pela população à Polícia e que resultem na prevenção de atos criminosos e prisão de bandidos envolvidos nas ações”.

Camilo quer ampliar o contingente de policiais nas ruas e, por meio de projeto enviado ao Legislativo, cria as condições para  convocação de policiais militares da reserva para ajudarem nas ações contra a bandidagem.   Uma terceira medida é o aumento da quantidade de horas extras que podem ser pagas a todos os policiais e bombeiros, com objetivo de “aumento da força de trabalho.”

A convocação da Assembleia Legislativa para o período extraordinário, segundo Camilo Santana, é uma demonstração da união de esforços para o Ceará ganhar a guerra contra o crime organizado. “Governo, Poder Legislativo e Judiciário do Estado, além do Ministério Público e entidades civis, estão todos unidos. Assim como estamos unidos ao Governo Federal, através dos ministérios da Defesa, e da Justiça e Segurança Pública, para enfrentar o crime que tenta se impor contra o nosso estado e contra o país. Não há recuo”, destacou Camilo.

Leia a Anterior

Aberto o edital para construção da estação dessalinizadora em Caucaia

Leia a Próxima

Estadão diz que lições da crise de segurança do CE devem ser refletidas nos demais estados do País