Bate papo: liberação das armas de fogo não é o caminho para combate a violência

O debate sobre a liberação de posse e porte de armas de fogo volta à tona após o ataque por dois atiradores nessa quara-feira (13) na cidade de Suzano (SP), que culminou com 10 mortos.

As cenas de violência geram indignação e preocupação com o tamanho da tragédia e reflexões sobre o aumento de crimes de insegurança que parece estar em todos os lugares.

Em meio a comoção nacional, o massacre de Suzano (SP) reacende o debate sobre as mudanças no estatuto do desarmamento. A polêmica ganha maior dimensão quando declarações de autoridades ecoam entre tantas manifestações sobre essas reflexões que precisam ser feitas em momentos críticos como esse.
Bate papo: liberação das armas de fogo não é o caminho para combate a violência

Defender professores ou funcionários de escolas armados como instrumento de combate a violência talvez não seja a melhor alternativa. É pouco provável que a liberação da posse e porte de armas de fogo no Brasil seja o caminho para o enfrentamento da violência e da intolerância.

O assunto ganhou destaque no Bate Papo Político do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior) desta quinta-feira (14), com as análises dos jornalistas Beto Almeida e Luzenor de Oliveira:

Também foi destaque:

+ O Senado aprova projeto que autoriza incluir consumidores no banco de dados de bons pagadores sem autorização prévia. O texto segue agora para a sansão presidencial;

+ Polêmica no caminho da reforma previdência: transição para militares é mais suave que a de civis;

+ Plenário do Senado aprova multa para empregadores que pagarem salário diferente para homens e mulheres;

+ Depois do giro em Brasília e encontro com Ministério da Economia, Governador Camilo Santana participa, nesta quinta-feira (14) do fórum de governadores do Nordeste, em São Luis (MA).

Você pode ouvir essa e outras notícias no Bate Papo Político, do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior), na íntegra:

Compartilhe: