Bate Papo: Luzenor e Beto analisam pesquisa Ibope para Presidência da República

O Ibope divulgou nessa terça-feira, 11, nova pesquisa de intenções de votos para a Presidência da República. A pesquisa, que ouviu 2.002 eleitores entre os dias 8 e 10 de setembro, e tem margem de erros de pontos percentuais para mais ou para menos, foi destaque no Bate Papo Político desta quarta-feira, 12, do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior).

Na pesquisa divulgada ontem, o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, aparece na liderança da disputa, com 26% das intenções de votos. Na sequência, aparecem Ciro Gomes (PDT), com 11%, Marina Silva (Rede), com 9%, Geraldo Alckmin, com 9%, e Fernando Haddad (PT), com 8%. Haddad foi oficializado, nessa terça-feira, 11, como candidato do PT à Presidência da República, em substituição ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O jornalista Beto Almeida fez um comparativo entre as pesquisas Datafolha, divulgada na noite da última segunda, e Ibope. Para ele, a principal diferença entre as pesquisas está no índice de rejeição do candidato Jair Bolsonaro. Enquanto que na pesquisa Datafolha, feita somente no dia 10 de setembro, Bolsonaro cresceu 4 pontos percentuais neste índice em relação a última pesquisa Datafolha – é rejeitado por 43% do eleitorado –, na pesquisa Ibope, o presidenciável registrou queda de 3 pontos percentuais em relação a última pesquisa feita pelo Instituto – hoje possui 41% de rejeição.

Para Beto, o motivo para essa contradição entre as pesquisas é simples: na pesquisa Ibope, feita entre os dias 8 e 10 de setembro, ou seja, mais próximo do dia do atentado sofrido por Bolsonaro em Juiz de Fora (MG), os eleitores ainda estavam “comovidos” com o que ocorreu com o presidenciável. Já a pesquisa do Datafolha, feita somente no dia 10 de setembro, uma segunda-feira, o assunto já estava sendo menos comentado e o estado de saúde de Bolsonaro já havia se estabilizado.

O jornalista Luzenor de Oliveira destacou, dentro do Bate Papo Político de hoje, que a disputa presidencial entra em uma nova fase, com a saída de Lula da disputa presidencial e consequente entrada de Fernando Haddad como candidato do PT. Para ele, a candidatura de Haddad teve deixar a disputa pela segunda vaga para o segundo turno cada vez mais embolada – Ciro, Marina, Alckmin e Haddad estão empatados tecnicamente dentro da margem de erro na pesquisa Ibope.

Beto ressalta que a tendência agora é que Haddad seja o principal alvo de ataques dos presidenciáveis com chances de segundo turno e que disputam essa segunda vaga. O motivo: Haddad será o representante de Lula e do PT na campanha. Ciro, por exemplo, já disse que Haddad não é um candidato competitivo e Marina perguntou como o PT vai conseguir combater o desemprego. Já Alckmin foi mais duro: pregou o voto útil, disse que é o único antipetista dentre os candidatos e reafirmou que Bolsonaro indo para o segundo turno pode carimbar o passaporte de Haddad para o Palácio do Planalto.

Abaixo os outros destaques do Bate Papo Político desta quarta:

– Windson por um triz

O prefeito de Tauá, Carlos Windson (PR), sofreu sucessivas derrotas na Justiça e pode ter o mandato cassado pela Câmara de Vereadores do Município. Windson entrou na Justiça para suspender a sessão extraordinária da Câmara Municipal, marcada para esta quarta-feira, às 10 horas, que apreciará o pedido de cassação do seu mandato. Pelo Regimento Interno da Casa, o mandato do prefeito será cassado com o apoio de, pelo menos, 10 votos – dois terços da composição do Legislativo Municipal. O prefeito Carlos Windson, que está isolado politicamente, enfrenta denúncias de má aplicação do dinheiro, irregularidades administrativas e insatisfação dos servidores municipais. O correspondente Carlos Silva tem mais informações sobre o caso:

CARLOS SILVA – WINDSON PODE TER MANDATO CASSADO

– TSE aprova envio de tropas federais para cinco municípios cearenses

A Corte do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou o pedido do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) de envio de forças federais para reforçar a segurança das eleições em Fortaleza, Caucaia, Juazeiro do Norte, Maracanaú e Sobral. A presidente do TSE, ministra Rosa Weber, votou favorável ao pedido e foi acompanhada pelos demais ministros da Corte.

Na sessão do último dia 22 de agosto, presidida pela desembargadora Nailde Pinheiro Nogueira, os juízes da Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará aprovaram, por unanimidade, o envio do pedido de forças federais. O procurador regional eleitoral, Anastácio Nóbrega Tahim Junior, apresentou manifestação favorável à demanda.

Em seguida, o governador do Estado, Camilo Santana (PT), enviou ofício, acerca da decisão do TRE de requisitar forças federais para complementar a segurança do pleito de 2018, considerando adequada qualquer nova iniciativa que venha somar-se aos esforços e ampliar a capacidade das forças de Segurança do Estado.

– Estudante assassinado em Russas

O correspondente Cid Ferreira trouxe uma notícia triste de Russas, no Vale Jaguaribano: um estudante foi assassinado a tiros na saída da escola. Para mais informações, ouça a participação de Cid Ferreira, no Alerta Geral desta quarta, no player abaixo:

CID FERREIRA – ESTUDANTE ASSASSINADO EM RUSSAS

Gostou dos assuntos do Bate Papo Político de hoje? Então clica no player abaixo e ouça as análises dos jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida na íntegra!

BATE PAPO 12.09.2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *