Bate Papo: Luzenor e Beto comentam queda do percentual de eleitores que dizem votar branco ou nulo

A porcentagem de eleitores que pretendiam votar em branco ou nulo ou que não sabiam responder em quem votarão, caiu, de acordo com os dados da última pesquisa Ibope de intenção de votos para a Presidência da República, divulgada na noite da última quarta-feira, 5. O assunto foi destaque no Bate Papo Político desta sexta-feira, 7 de setembro, do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior).

Atualmente, a porcentagem de eleitores que pretendem votar branco e nulo ou que ainda não sabem responder, somam 28%. Esta é a primeira pesquisa realizada após o início das campanhas eleitorais, no dia 31 de agosto. Na pesquisa anterior, divulgada pelo Ibope no dia 20 de agosto, o total de eleitores que votariam branco ou nulo ou ainda não sabiam responder quem seriam seus candidatos, era de 38%.

A pesquisa, feita pelo Ibope entre os dias 1º e 3 de setembro, em 142 municípios em todo o país, ouviu 2.002 entrevistados e foi contratada pelo jornal “O Estado de S. Paulo” e pela “TV Globo”. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos, e o intervalo de confiança estimado é de 95%. Segundo o Ibope, isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados serem um retrato do “atual momento eleitoral”. 

Para o jornalista Beto Almeida, a redução no número de eleitores que dizem votar em branco ou nulo e também daqueles que evitaram responder aos questionamentos do Ibope mostra que a campanha eleitoral passou a fazer parte do cotidiano dos brasileiros. Para ele, finalmente, o assunto entrou na rotina das conversas entre familiares e amigos. Beto ainda diz que a tendência é que o número de indecisos caia ainda mais na medida em que a campanha avançar.

O jornalista Luzenor de Oliveira lembrou que hoje, 7 de setembro, estamos a 30 dias do primeiro turno das eleições. Para ele, a tendência é que a corrida eleitoral se acentue cada vez mais e que o assunto seja cada vez mais tema de bate papo entre os brasileiros.

Beto pontua, porém, que a campanha desde ano é a mais curta desde a redemocratização brasileira – a campanha de 2018 conta com 35 dias de propaganda eleitoral gratuita no Rádio e na TV. Ele diz, contudo, que para os candidatos esses dias passam bem devagar, principalmente para aqueles que estão subindo nas pesquisas de intenção de voto.

Luzenor lembrou ainda que, nesta campanha, os candidatos devem ficar atentos a prestação de contas junto a Justiça Eleitoral já desde o início da corrida eleitoral, algo bem diferente das eleições passadas, quando os postulantes aos cargos eletivos nas Assembleias Legislativas, Câmara, Senado, governos estaduais e Palácio do Planalto só tinham que fazer essa prestação de contas após o fim do pleito.

Confira no player abaixo o Bate Papo Político na íntegra com as análises, em primeira mão, dos jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida sobre esse assunto:

BATE PAPO 07.09.2018

Compartilhe: