Caucaia: violência aumenta com brutal assassinato. Vereadores cobram segurança

O pedido era para o envio de uma nota de pêsames por parte da Câmara Municipal e, de repente, transformou-se em um grito de socorro por parte dos vereadores de Caucaia que, nessa terça-feira, participavam de uma sessão extraordinária.

O aumento dos casos de violência tem causado revolta em todo o município. Vários vereadores falaram sobre os assaltos as pessoas nas ruas, pontos de ônibus e dentro dos próprios coletivos. “O povo não aguentar mais”, bradou a vereadora Germana Sales, lamentando a morte do comerciante da comunidade de Capuan, muito conhecido em Caucaia por Fernando da Bodega. Ele foi morto a tiros por dois assaltantes que invadiram o local onde ele estava com amigos no Sítio São Miguel.
Mesmo tendo ressaltado que a reunião era uma sessão extraordinária, a presidente da Câmara, vereadora Natecia Campos, decidiu acatar o pedido dos vereadores de convidar o Secretário de Segurança Pública e Defesa Social.
Os vereadores querem que o titular do órgão fale sobre as ações para combater a violência na segunda maior cidade do Ceará. Eles cobram, também, a promessa feita pelo próprio governador Camilo Santana – quando participou de comício da candidatura do prefeito Naumi – de que iria aumentar o número de equipes do raio. Segundo eles até agora não se viu nenhuma ação de combate à violência em Caucaia. Só aparece polícia depois que acontece um crime. Ai chove de carros de polícia. Mas prevenção e policiais na rua não se vê.

Send this to a friend