Cid e Ciro vencem queda de braço e Sarto é oficializado como candidato do PDT à presidência da Assembleia

O deputado José Sarto Nogueira, que está no seu sétimo mandato como deputado estadual, é o nome escolhido pelo PDT para presidir a Assembleia Legislativa do Estado do Ceará. Sarto era o nome preferido dos irmãos Ciro e Cid Ferreira Gomes, e venceu a queda de braço com os deputados Tin Gomes e Evandro Leitão, que tinham a preferência do Governador Camilo Santana.

O nome do pedetista foi definido em reunião ainda na quinta-feira com a presença do governador Camilo Santana. O atual presidente da AL, Zezinho Albuquerque, bem que tentou novo mandato à frente da mesa, mas foi convidado para assumir a Secretaria de Cidades e jogou a toalha. Zezinho costurou a indicação de Sarto, que teve seu nome oficializado na manhã desta sexta-feira.

Sarto já iniciou as conversações sobre a composição dos demais cargos da Mesa Diretora e das comissões técnicas. O deputado Zezinho Albuquerque disse que Sarto cumpriu os requisitos para ser o nome do partido, por ser o mais antigo do PDT na Casa e ser reconhecido por seu poder de negociação e competência administrativa. “Ele tem condições de continuar esse trabalho ou fazer até mais do que realizamos,” disse Zezinho.

Sarto, que já iniciou as conversas os deputados e disse que quer construir uma unanimidade, “quero ir contra o que disse o Nelson Rodrigues, que toda unanimidade é burra”, brincou. Ele prometeu efetivar a Universidade do Parlamento Cearense (Unipace) e o Conselho de Altos Estudos da Casa.

Pela manhã Sarto recebeu o apoio dos deputados: Zezinho Albuquerque, Sérgio Aguiar, Romeu Aldigueri, Evandro Leitão, Guilherme Landim, Marcos Sobreira, Nezinho, Osmar Baquit e Fernando Hugo, todos do PDT e com Leonardo Pinheiro (PP), David Durand (PRB) e Julinho (PPS), Bruno Gonçalves (Patri), Silvana Oliveira (PR) e Audic Mota (PSB).

Com relação ao acordo de que os deputados que ocuparem cargos na Mesa neste dois primeiros anos não deverão se candidatar para novo mandato, Sarto disse ser um acordo possível. Entende que o instituto da reeleição tem sido muito danoso para o Brasil de forma geral, fazendo uma ressalva com relação ao novo mandato do governador Camilo, que segundo ele tem sido vitorioso. “Mas é uma proposta, não tem nada definido”, pontuou.

José Sarto Nogueira Moreira nasceu em Acopiara. É formado em medicina, atuando como ginecologista e obstetra. Foi reeleito em 2018 para o sétimo mandato consecutivo de deputado estadual.  Foi líder do governo Cid Gomes no biênio 2013/2014.

Send this to a friend