CNT quer o fim da justiça do trabalho e pede a Bolsonaro extinção do TST

A Confederação Nacional do Transporte (CNT) cobrou por meio de nota a fatura do apoio à campanha de Jair Bolsonaro (PSL) ao reforçar a sua pauta de reivindicações e defender o fim da Justiça do Trabalho e pedir ao futuro governo que avalie extinguir o Tribunal Superior do Trabalho (TST).

O correspondente do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior), Wellington Lima, tem mais informações sobre o assunto. Confira no player abaixo!

Leia a Anterior

Conheça os casos que têm o aumento de aposentadoria INSS 2018

Leia a Próxima

Com LOA de 2019, Bolsa Família poderá receber maior parcela