Costura de Zezinho garante união do PDT para eleger Sarto presidente da AL

O presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque (PDT), assumiu a articulação política e garantiu, na noite dessa quinta-feira, o apoio quase unânime da bancada do PDT para a eleição, no dia primeiro de fevereiro, do deputado estadual José Sarto (PDT) para o comando do Legislativo Estadual. 

Zezinho se reuniu, na manhã desta sexta-feira, com os atuais e novos deputados estaduais do PDT para apresentar José Sarto como o nome de consenso da base do Governador Camilo Santana para a Presidência da Assembleia Legislativa. Reeleito para o sétimo mandato, Sarto teve paciência para esperar a hora de chegar ao tão sonhado posto de comandante da Assembleia Legislativa

A saída de Zezinho Albuquerque da corrida pela reeleição abriu espaços para três pré-candidaturas – Tin Gomes, Evandro Leitão e o próprio Sarto. Evando e Tin eram mais simpáticos ao Palácio da Abolição, mas Sarto ganhou apoio do ex-candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, e do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio.  

Camilo não manifestou objeção, pediu união da base parlamentar e selou a caminhada de Sarto rumo à Presidência da Assembleia Legislativa. Com as mudanças, PDT destina a Evandro Leitão a Primeira Secretaria da Mesa Diretora, enquanto, para Tin, ficaria a Primeira Vice-presidência. Entre os pedetistas, outro entendimento: acaba a reeleição para presidente do Legislativo Estadual.

Sarto destacou em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira, 11, após reunião com colegas parlamentares da Assembleia Legislativa e tem como desafios tem mudanças no regimento interno na Assembleia Legislativa e maior interlocução na sociedade.

Leia a Anterior

Decreto vai liberar posse de armas em cidades violentas, áreas rurais e para donos de estabelecimentos comerciais

Leia a Próxima

Bate Papo: entrevista com Camilo Santana sobre as ações contra a violência no Estado