Eleitor incendia urna no Canindezinho e é preso pela Polícia Federal

Um eleitor incendiou uma urna na Escola São Francisco, no bairro Canindezinho. por volta das 14h. Após um tumulto na sessão, o presidente chamou policiais que estavam próximos e ele foi detido e levado para a sede da Polícia Federal.
Apesar da tentativa do homem de prejudicar a votação na sessão, o cartão de memória foi retirado da máquina e não teve nenhum dano. Não houve prejuízo aos votos que já estavam inseridos, segundo o TRE-CE. A urna foi substituída e os eleitores já estão votando normalmente na zona 117.
Leia a Anterior

Eunício prega MDB independente e conciliação do País após o pleito

Leia a Próxima

Registrados seis ocorrências de crimes eleitorais no Ceará, com duas prisões