Embarque de mercadorias cresce em janeiro no Porto do Pecém

Em janeiro a movimentação do Porto do Pecém foi 3% maior que o mesmo período do ano anterior, totalizando 1,5 milhão de toneladas. Segundo presidente do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP), Danilo Serpa, esse foi o melhor resultado de janeiro dos últimos cinco anos. “2019 será um marco na história do CIPP. O crescimento nas movimentações fortalece a capacidade que temos para nos tornarmos um dos principais portais de entrada e saída de mercadorias para as regiões Norte e Nordeste do País”, diz.

O embarque de mercadorias apresentou um incremento de 22%, quando comparado ao mesmo período de 2018, somando 429.373 toneladas. Entre as principais mercadorias enviadas para fora do estado, os destaques foram as placas de aço, frutas frescas, produtos siderúrgicos e cereais. De acordo com o presidente do CIPP, a expectativa é de que o porto mantenha linha de crescimento dos últimos anos e cresça em 2019 cerca de 10%.

Em relação à natureza de cargas, o granéis sólidos (carvão mineral e minério de ferro) foram os mais relevantes, representando 59% da movimentação total de janeiro, seguido da carga conteinerizada (22%), e carga solta (18%).

Movimentação de placas
As placas de aço, produzidas pela siderúrgica instalada no CIPP, estão entre as principais cargas movimentadas através do porto cearense. Este ano, no mês de janeiro, também houve crescimento na movimentação do material. O incremento apresentado foi de 9% quando comparado a janeiro de 2018, somando 264.226 toneladas.

COM GOVERNO DO ESTADO

Leia a Anterior

Naumi nomeia três novos secretários da gestão municipal

Leia a Próxima

Governo libera duplicação do Anel Viário entre Eusébio e Maranguape nesta terça