Etufor e Sindionibus definem novo modelo de operação do sistema de transporte coletivo para o turno da noite

Com o objetivo de ajustar oferta e demanda no sistema de transporte coletivo de Fortaleza enquanto durar o atual quadro de excepcionalidade, os ônibus urbanos da Capital circularão obedecendo uma nova lógica de operação.

Para garantir uma rede funcional e que atenda minimamente as necessidades da população, o sistema terá uma nova lógica de operação no horário noturno.

A partir de 20 horas, como a demanda já é muito reduzida, especialmente no período de férias, o sistema irá operar com um número menor de veículos, todos com policiais embarcados, mas levando para os terminais.

Também a partir das 20 horas, começa a operação embarcada, com policiais a bordo, em parte do sistema complementar que opera especialmente entre terminais.

Já o sistema alimentador (bairro-terminal) vai operar exclusivamente com a frota de ônibus com policiais embarcados, assim como o sistema troncal nas linhas dos principais corredores.

Às 21h horas, o sistema de vans fica encerrado, ficando somente os ônibus guardados. Após as 21 horas, terá uma frota de 161 ônibus circulando, em regime semelhante ao do Corujão.

Vale destacar que o transporte público está operando normalmente, porém, precisa se adaptar a todo momento visando priorizar a segurança, levando em consideração a demanda e a ação articulada com as forças de segurança.

Com informações Ascom Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos

Leia a Anterior

Entra em vigor lei que proíbe operadoras de bloquearem acesso à internet no Ceará

Leia a Próxima

Em reunião com o Judiciário e Legislativo, Camilo reafirma postura forte contra o crime