Heitor Férrer aciona Ministério Público e TCE sobre a Usina de Barbalha

O deputado Heitor Férrer (SD) informou, nesta quarta-feira (13), na tribuna da Assembleia, que deu entrada em representação no Ministério Público Estadual e no Ministério Público de Contas do Tribunal de Contas do Estado, solicitando apurações sobre a situação da Usina Manoel Costa Filho, em Barbalha. O equipamento foi comprado pelo Governo do Estado em 2013, pelo valor de R$ 15 milhões, e segue desativada até hoje, gerando despesas aos cofres estaduais.

No documento, Férrer requer também a abertura de uma Ação Pública por dano ao erário causado pelo Governo. “Estamos entrando com uma ação no Ministério Público chamando a responsabilidade do Poder Público e mostrando o crime de improbidade que foi praticado pelo governo para que essa situação tome um novo rumo. O que não pode é nós termos ali enterrados 15 milhões de reais para nada”, afirmou o deputado.

Férrer também fez um alerta sobre a possibilidade de mais desperdício de dinheiro público com matéria encaminhada pelo governo para a Assembleia que concede subvenção de R$ 20 milhões por ano, durante cinco anos, para empresas aéreas que se instalarem no Ceará.

“O curador da Santa Casa está de pires na mão pedindo dinheiro porque quando chega dia 10 de cada mês não consegue mais operar por falta de pagamento aos fornecedores. O Hospital de Messejana não opera porque não tem insumos. Mas o governo vai pegar 100 milhões de reais para pagar as ricas empresas aéreas para se instalarem aqui. Eu estou advertindo que o governo pode estar mais uma vez jogando dinheiro público no lixo”, criticou. A matéria deverá ser votada na Assembleia nesta quinta-feira.

 

Com informações Assessoria de Comunicação