Jovem de 19 anos é encontrada morta e com sinais de tortura após desaparecer a caminho do trabalho em Fortaleza

Uma jovem de 19 anos, que estava desaparecida há dois dias, foi encontrada morta e com sinais de tortura nessa quarta-feira (11) em uma rua no Bairro Barra do Ceará, em Fortaleza. A vítima foi localizada por moradores amarrada e com um saco plástico na cabeça, segundo a polícia.

Cristina Juvenal Nascimento havia saído para trabalhar na segunda-feira (9) em uma loja de eletrônicos no Bairro Montese, mas não chegou ao estabelecimento. Colegas de trabalho e familiares da jovem procuraram a polícia e informaram sobre o desaparecimento.

No fim da tarde de quarta, moradores viram o corpo da jovem enrolado em uma rede na calçada de uma rua. A Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) e a Polícia Civil foram acionadas e isolaram a área.

Sinais de tortura

Um perito criminal, que preferiu não se identificar, disse que a jovem foi encontrada amarrada com fios elétricos e com um saco plástico na cabeça. “Ela estava amarrada e enrolada em uma rede. Os sinais indicam que ela sofreu tortura e foi asfixiada”.

Familiares da jovem compareceram ao local e reconheceram o corpo. “A gente não pensa que o pior pode acontecer com alguém da família. Eu imaginava que ela poderia estar no hospital, em outro lugar, mas não que uma tragédia dessa acontecesse”, disse o tio da vendedora, Cládio Juvenal.

Com informação do G1