‘Maior financiamento de infraestrutura da história do Ceará’, diz Camilo sobre verbas liberadas para Metrofor

O governador Camilo Santana (PT), em entrevista à edição desta quinta-feira, 23, do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior), destacou a liberação de uma linha de crédito de R$ 1 bilhão do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ao Estado do Ceará para a retomada das obras da linha leste do Metrô de Fortaleza (Metrofor).

Em conversa com os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida, Camilo disse que o este é “o maior financiamento que o Ceará tem na área de infraestrutura em sua história”. O governador do Estado, candidato à reeleição nas eleições deste ano, esteve, nessa quarta-feira, 22, no Rio de Janeiro, onde se encontrou com o presidente do BNDES, Dyogo Oliveira para oficializar a liberação da linha de crédito. O senador Eunício Oliveira (MDB), presidente do Congresso Nacional, também participou da reunião, juntamente com o secretário de Infraestrutura do Estado, Lúcio Gomes.

Saiba mais:
+ No Rio, Camilo e Eunício se reúnem no BNDES e recebem autorização de R$ 1 bilhão para o Metrofor

Segundo o chefe do Executivo Estadual, o montante de verbas será destinado as obras da linha leste do Metrô de Fortaleza, que ligará o Centro da cidade ao bairro Papicu. O governador lembra que, com a conclusão das obras, Fortaleza terá a linha leste integrada com a linha sul – que segue até a Pacatuba, na Região Metropolitana -, e com VLT, que hoje se encontra em fase de testes até o Papicu, mas que ligará a Parangaba ao Mucuripe quando concluído. Diferentemente da linha sul, a linha leste será totalmente subterrânea.

Leia também:
+ ‘Estarei presente em todos os debates se minha agenda permitir’, afirma Camilo Santana

Camilo lembra que o repasse de verbas por parte do BNDES para a conclusão das obras na linha leste era um desejo antigo, que vem desde o início de seu Governo, em 2015. Ele destaca ainda que a obra já está licitada e espera apenas autorização do Tribunal de Contas da União (TCU) para ser retomada. A liberação do dinheiro por parte do BNDES se dará de acordo com o avançar dos trabalhos na linha leste.

Confira a entrevista completa com o governador Camilo Santana:

CAMILO SANTANA – GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ

Send this to a friend