MPCE deflagra Operação Piranji, que investiga 22 denunciados na capital e Interior

O Ministério Público do Ceará (MPCE) deflagrou na manhã desta quinta-feira, 29, a Operação Piranji, que investiga 22 denunciados pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas, integrar organização criminosa armada e lavagem de dinheiro.

A ação do MPCE, em parceria com a Coordenadoria de Inteligência (COIN) da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), já cumpriu 22 mandatos de prisão preventiva e 22 mandados de busca e apreensão contra membros de uma organização criminosa com atuação na Região Metropolitana de Fortaleza e Litoral Leste do Estado.

Os acusados foram presos nos municípios de Fortaleza, Cascavel, Fortim, Beberibe, Horizonte e Itaitinga.

No decorrer da investigação foram apreendidos mais de 12 quilos de cocaína, 338 quilos de maconha, cinco quilos de “crack” e mais de R$ 50.000,00 em espécie, além da prisão de mais de 60 envolvidos com o tráfico de drogas, homicídios e porte ilegal de armas.

Os mandados judiciais foram deferidos pela Vara de Delitos de Organizações Criminosas e cumpridos com o apoio da Coordenadoria de Planejamento Operacional (COPOL) da SSPDS e da Coordenadoria de Inteligência (COINT) da Secretaria de Justiça e Cidadania (SEJUS).

A operação é decorrente de investigações iniciadas a partir de informações do comando da 3ª Companhia do 15º Batalhão de Polícia Militar à 2ª Promotoria de Justiça de Cascavel, sobre o cometimento de crimes de homicídios em decorrência do tráfico de drogas praticado em municípios do litoral leste do Estado, por um grupo criminoso com características de organização criminosa, na modalidade facção criminosa.

Com informações da Assessoria de Imprensa

Send this to a friend