Polícia Federal prende, em São Paulo, um dos líderes do PCC que estava em Fortaleza

Após dois integrantes da cúpula do Primeiro Comando da Capital (PCC) terem sido assassinados em uma reserva indígena em Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza, a Polícia Federal prendeu, nessa segunda-feira, um homem que desembarcava no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, e que teria envolvimento com a execução dos líderes da facção criminosa, na última sexta-feira.

Claudiney Rodrigues de Souza, conhecido como ‘Cláudio Boy’, de 36 anos, é natural de Belo Horizonte e estava foragido da Justiça mineira, integrando, inclusive, a lista de procurados da Interpol. Segundo a PF, ele foi preso ainda no avião, que tinha acabado de chegar de Fortaleza.

Contra ele há, pelo menos, sete mandados de prisão em aberto, expedidos pelas 1ª e 3ª Varas de Tóxicos e pelos I e II Tribunais do Júri, todos da Comarca de Belo Horizonte.

Ainda de acordo com a PF, o envolvido responde pelos crimes de homicídio e tráfico internacional de drogas e, segundo informações da Polícia Civil, seria um dos braços do PCC em Minas Gerais.

Send this to a friend