Porto & Negócios: Cuidado com preços

No levantamento realizado todos os meses em supermercados pelo Procom Fortaleza, o tomate foi o item que mais variou, sendo encontrado de R$ 1,39 a R$ 4,99, uma diferença que chega a 258,99%. Um dos alimentos mais presentes na mesa do consumidor, o feijão carioca pode ser comprado por R$ 4,49 a R$ 7,99, uma diferença de 77,95% no produto da mesma marca.

Dicas

A diretora do Procon Fortaleza, Cláudia Santos, dá algumas dicas para economizar na hora das compras. A primeira coisa, diz ela, é observar a data de validade dos produtos que estão com preços promocionais, pois sempre estão com datas próximas do vencimento. Depois recomenda, levar uma calculadora, colocando, primeiramente, no carrinho os itens de primeira necessidade, e avaliar quanto ainda resta para ser gasto com outros produtos,  sem ultrapassar o valor previsto para a compra.

Dicas II

Aconselha também que o consumidor evite ir às compras com fome e acompanhado de crianças; opte por preços de marcas mais baratas, atentando, é claro, para a qualidade dos produtos; exija o preço anunciado em encartes publicitários, e, se houver divergência entre o preço da prateleira com o preço do caixa, pague sempre o menor valor.

VLT e água

A Secretaria das Cidades enviou para o Comitê Gestor da PPP, da Secretaria de Planejamento e Gestão, dois editais para solicitação de manifestação de interesse para a realização de parcerias público privadas, referentes a projetos do Metrofor e Cagece. O primeiro trata de proposta para realização de uma PPP com o objetivo de operar e manter as  linhas Sul e VLT Parangaba-Mucuripe, em Fortaleza, e VLT Cariri e VLT Sobral. Já o segundo, que compete à Cagece, é  referente a um sistema de dessalinização de água do mar para a Região Metropolitana de Fortaleza. As ações fazem parte  do Programa de Concessões e Parcerias Público-Privadas do Governo do Estado do Ceará.

Ganho real

Na boca da safra, a agricultura é um dos poucos setores que têm o que comemorar em meio à recessão. Puxada pela dobradinha soja e milho, a receita da produção de grãos que começa a ser colhida no Centro-Suldeve  passar de R$ 200 bilhões este ano. É uma cifra recorde, assim como o volume de produção, e com ganhos acima da inflação.

Vitamina na veia

Esse resultado funciona como uma injeção de ânimo na economia do interior do País e traz alívio para os preços dos alimentos, que foram os vilões do custo de vida no ano passado. A agropecuária, segundo os dados mais recentes do IBGE, representou mais da metade da atividade econômica em 1.135 municípios do País em 2014.

Produção e renda

A Confederação Nacional da Agricultura (CNA) estima colheita de 215 milhões de toneladas de grãos e renda de R$ 237,7 bilhões.  O economista da CNA Renato Conchon diz que a receita deste ano avança quase 14% em relação à de 2016, descontada a inflação.

Para os bebês

A Papá pra Bebê, primeira empresa cearense especializada em alimentação congelada para a primeira infância, surgiu em novembro de 2015, quando as sócias, que também são autoras do blog Querida Vida Saudável, identificaram que o  mercado cearense não oferecia opções específicas para crianças entre 6 meses e 5 anos, período em que o paladar está em formação e que é determinante para o desenvolvimento de hábitos alimentares saudáveis.

Para os crescidinhos

Buscando inovar ainda mais na proposta saudável, a empresa acaba de lançar a Linha Crescidinhos. São opções de comidas deliciosas para crianças entre a faixa etária de seis meses aos cinco anos de idade. “Estamos lançando oito diferentes refeições, com nutrientes saudáveis para os pequenos”, adianta Alyne do Vale, sócia e administradora da Papá.
Botando fé

Por acreditar na volta do crescimento da economia brasileira, o Grupo J. Macêdo já começou a fazer novos investimentos. A informação é do diretor de Novos Negócios, Daniel Lustosa, que viajou a Salvador para acompanhar os trabalhos de ampliação do moinho do grupo ali existente. Ele informa que também está sendo ampliada a unidade de Simões Filho, também na Bahia.

Energia limpa

Em Fortaleza, o moinho do grupo está sendo ampliado para aumentar a produção de trigo em mais 25 mil toneladas.  Segundo o executivo, os três projetos receberão investimentos de mais de R$ 250 milhões. Além de expandir os negócios tradicionais, o Grupo Macedo quer implantar no Ceará um projeto de energia eólica.

Beto Studart homenageado pela Academia Cearense de Letras

O presidente da FIEC, Beto Studart, será homenageado no próximo dia 6 de fevereiro pela Academia Cearense de Letras (ACL), com a concessão da comenda “Uma Lenda do Ceará”. A comenda será concedida em comemoração ao transcurso de 120 anos daquela instituição. O evento, no qual também serão homenageados o chanceler Airton Queiroz, o empresário Ivens Dias Branco (In Memoriam); o senador Tasso Jereissati e o Banco do Nordeste, acontece às  19h, no Palácio da Luz. Fundada em 1894, a ACL é a mais antiga de todas as academias de letras do país, anterior mesmo a Academia.

Send this to a friend