Projeto cearense Spia atinge resultados positivos em outros estados após integração

CIOPS

O Sistema Policial Indicativo de Abordagem (Spia), criado no Ceará, por meio de uma parceria entre a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS/CE), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Universidade Federal do Ceará (UFC), tem alcançado resultados positivos além do território cearense. Isso se deve à integração de dados entre o Ceará e outros Estados nordestinos, bem como de outras regiões do país. Na última semana, um veículo roubado e clonado, que estava com placas do Pará, foi apreendido na Paraíba após ser identificado pelos sensores da ferramenta.

O proprietário do carro original, na cidade de Parauapebas, no Pará – onde também há atuação do Spia – vinha recebendo multas de infrações cometidas em terras paraibanas, em localidades diferentes do Estado, que ele nunca havia percorrido. Com isso, a vítima registrou um Boletim de Ocorrência (BO) e o veículo clonado passou a ser monitorado pelos sensores do Spia espalhados pela Paraíba.

De posse da movimentação do veículo, um Voyage, policiais rodoviários federais abordaram o carro em uma rodovia federal, quando chegava a Campina Grande, no dia 2 de março. De acordo com as informações colhidas pelos profissionais de segurança, o carro mantinha fluxo constante na cidade onde ocorreu a ação policial. Dessa maneira, além da apreensão do carro, foi possível esclarecer a situação da vítima paraense, que estava prestes a perder a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) em razão das infrações que vinha recebendo em seu nome.

Hoje, cada Estado do Nordeste e vários outros do país já iniciaram os procedimentos de acordo de cooperação técnica para o compartilhamento de bases de dados. Só no Ceará, o Spia tem sido um forte aliado nas atuações das forças de segurança contra as ações criminosas e nas reduções dos índicies criminais. O sistema atua no combate à mobilidade do crime, que parte do pressuposto que a maioria dos delitos é cometida a bordo de veículos automotores.

Em 2018, Fortaleza registrou a maior redução no número de roubos de veículos desde 2011. A diminuição foi de 16,3%, sendo que em 2017 foram 11.133 casos. Ano passado esse número baixou para 9.319. Outro balanço positivo é a representatividade de veículos localizados em relação ao número de roubados e furtados, no Ceará. Mais de 92% dos carros e motos subtraídos em ações criminosas foram recuperados pelas forças de segurança em todo o território cearense, no ano passado. Com o aumento da recuperação, além de ilustrar o êxito no trabalho dos profissionais da segurança pública cearense, o balanço positivo poderá impactar, por exemplo, nos valores cobrados pelas seguradoras.

COM SSPDS

Leia a Anterior

Mulher é autuada por falsa comunicação de crime após ligar para a Ciops alegando roubo de veículo

Leia a Próxima

Governo, Justiça e Ministério Público se unem no combate a fraudes fiscais