São Gonçalo do Amarante vai receber projeto Diálogos de Paz

O Governo Municipal de São Gonçalo do Amarante (CE) firmou parceria com o poder Judiciário para a realização do projeto Diálogos de Paz no município. A assinatura do convênio aconteceu dentro da programação do 1º Fórum de Direitos da Mulher Gonçalense, evento que discutiu políticas públicas para as mulheres. O projeto foi criado pela Juíza de Direito da II Comarca de São Gonçalo do Amarante, Ana Cláudia Gomes de Melo e propõe diálogo com agressores de mulheres no interior do Ceará. O objetivo é oferecer ao agressor uma chance de assumir o erro e refletir a desnaturalização da violência no ambiente familiar, através de um grupo de conversa para compartilhar suas histórias e receber orientação de psicólogos.
A juíza Ana Cláudia Gomes lembra que a Lei Maria da Penha prevê, além de medidas protetivas para as mulheres vítimas de violência, ações que “tratem” o agressor. “Muita gente desconhece, mas é previsto também que se trate o homem. Porque o machismo é uma das causas da violência. Então, a medida visa tanto coibir a violência, quanto tratar o agressor”, explica. Já sobre a escolha das mulheres, Ana Cláudia enfatiza: “A mulher é livre pra fazer o que ela quiser, inclusive pra denunciar novas agressões, porque a cada agressão denunciada, ele (agressor) sofre uma nova medida”.