Secretaria de Administração Penitenciária amplia oferta educacional

O aumento das oportunidades de acesso à educação dentro das unidades prisionais está entre as prioridades da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP). Com esse objetivo, além de garantir 879 alunos já matriculados no ano letivo de 2019, a coordenadoria de educação da SAP, em parceria com a Secretaria da Educação do Estado (Seduc), realiza testes de sondagem desde o mês de fevereiro e já avaliou 1521 novos alunos, que se encontram pré-matriculados.

O crescimento é de 173% em relação à quantidade atual de internos em sala de aula, e o número ainda pode aumentar, já que a sondagem terá continuidade nos próximos meses. O teste, que já foi aplicado em dez unidades, funciona como uma ferramenta para diagnosticar o nível de escolaridade dos internos e adequá-los às turmas que se dividem em: anos iniciais (1º ao 5º ano do ensino fundamental), anos finais (6º ao 9º ano do ensino fundamental) e ensino médio.

Para o início das novas turmas, a SAP viabiliza alterações estruturais nas unidades para a criação de novas salas e a Seduc atua na contratação de novos profissionais. O assessor educacional da Administração Penitenciária, Rodrigo Moraes, destaca os benefícios dos esforços para o aumento das turmas no sistema: “Através da integração entre SAP e Seduc, já percebemos grandes avanços. Nossa expectativa é que esse trabalho proporcione elevação da escolaridade dos internos e melhores condições de retorno ao convívio social”.

AGÊNCIA BRASIL

Leia a Anterior

Fórum debate inclusão social dos portadores de Síndrome de Down

Leia a Próxima

Concurso da CGE tem prazo de inscrições concluído nesta quinta-feira