Suspeitos de ataques criminosos a ônibus e prédios tem prisões preventivas decretadas

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social informa que os três suspeitos de participação de ataques criminosos em Fortaleza e Região Metropolitana já passaram por audiências de custódia e, tiveram suas prisões em flagrantes convertidas em prisões preventivas devido a gravidade dos casos.
Segundo os autos, Magno Alves Araújo da Silva, Gilberto de Lima Pereira e Gean Patrick de Lima Pereira permanecerão presos. Magno foi submetido à audiência na quinta-feira. Gilberto Lima e Patrick passaram pelo processo no dia 8 passado.
Magno  é suspeito de participar de um dos incêndios contra um ônibus na Sapiranga. Gilberto Pereira de liderar o grupo que tentou incendiar uma viatura do Batalhão de Polícia do Meio Ambiente (BPMa), na Aerolândia e Gean foi preso em posse de um galão de gasolina, no Bairro Ellery.