TRE-CE participa de evento sobre “fake news” na Assembleia Legislativa

A presidente do TRE-CE, desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira, participou na manhã desta sexta-feira, 10/8, na Assembleia Legislativa do Estado, do III Seminário Eleitoral, promovido pela ACERT (Associação Cearense de Emissoras de Rádio e Televisão), em parceria com o Tribunal Regional Eleitoral do Ceará.
O presidente da ACERT, jornalista Paulo César Norões, abriu o evento falando da preocupação da imprensa com a lisura do pleito e dizendo estar atento às novidades da legislação eleitoral.
A desembargadora Nailde Pinheiro agradeceu à ACERT, que “vem contribuindo muito com a Justiça Eleitoral”, e falou da importante parceria firmada com o TRE, na busca pela divulgação da correta informação aos eleitores. “O TRE não tem se furtado a acompanhar a inovação tecnológica, e tem constante cuidado e preocupação com a utilização das redes sociais nestas eleições”, falou a desembargadora no que diz respeito às fake news, assunto a ser tratado no seminário.
A coordenadora do juizado auxiliar da propaganda do TRE-CE, juíza Daniela Lima da Rocha, discorreu sobre veiculação de notícias em rádio e televisão, livre manifestação em debates, registro e a divulgação das pesquisas eleitorais e publicidade institucional. Logo após, ela se debruçou sobre o assunto recorrente na mídia, fake news, enumerando as medidas que devem ser tomadas para prevenir a replicação de notícias falsas e a repercussão na mídia. “A Justiça Eleitoral, de um modo geral, iniciou um combate às fake news e o TRE do Ceará, capitaneado pela desembargadora Nailde Pinheiro, com a interação da Polícia Federal e Procuradora Regional Eleitoral, vai trabalhar averiguando a veracidade das denúncias apresentadas”, disse a juíza. Ela lembrou o uso do aplicativo de denúncia “Pardal”, que será implantado pelo TRE, e discorreu sobre a forma como os juízes do Poder de Polícia, e a equipe auxiliar, trabalharão a partir do dia 16 de agosto, data do início da propaganda eleitoral.
Ainda nesta sexta-feira, a ACERT apresentou as campanhas institucionais “Não às fake news” e “Voto responsável”, houve a exposição do advogado Afro Lourenço sobre “Liberdade de Imprensa e Fake News” e foi aberto amplo debate com os dirigentes das emissoras de rádio e televisão.
Com informações Assessoria de Comunicação TRE