Abuso da Enel: Assembleia discute medidas para proteção aos consumidores de energia

Um exemplo desse descaso do Enel chega da Grande Sobral, onde, nessa quarta-feira (25), uma empresa foi surpreendida com a paralisação do funcionamento dos seus equipamentos.

A Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa realiza, nesta quinta-feira (26), a partir das 15 horas, audiência pública para debater medidas que protejam os clientes da Enel contra a má qualidade do serviço e a duplicidade de contas dentro o mesmo mês.

A audiência pública foi pedida pelo deputado estadual Edilardo Eufrásio (MDB) que, ao participar de debates em Câmaras de Vereadores da Região do Vale do Curu, ouviu cobranças sobre as queixas dos consumidores em relação a instabilidade da rede elétrica, a demora no atendimento e os cortes intempestivos do fornecimento de energia.

Prefeitos, vereadores, dirigentes de entidades sindicais, empresariais e comunitárias, assim como representantes do Ministério Público e dos órgãos de Defesa do Consumidor foram convidados para o debate.

Segundo Edilardo, a Enel não pode ignorar as queixas dos consumidores e os órgãos de fiscalização precisam ficar mais atentos para cobrar a responsabilidade na qualidade dos serviços prestados à população. Consumidores tem reclamado, também, da suspensão intempestiva do fornecimento de energia, sem comunicado prévio – sejam clientes residenciais ou empresariais.

EXEMPLO DE DESCASO DA ENEL

Um exemplo desse descaso do Enel chega da Grande Sobral, onde, nessa quarta-feira (25), uma empresa foi surpreendida com a paralisação do funcionamento dos seus equipamentos. Ao designar um técnico para a área onde funcionam os respectivos equipamentos, a empresa foi informada que a energia tinha sido suspensa porque a Enel precisava substituir o medidor.

O técnico argumentou que, com a conta em dia, com todos os dados da empresa atualizados no cadastro da Enel, o corte de energia não poderia ser feito de forma irresponsável, colocando em risco e ameaça de queima dos seus equipamentos. Após a ponderação do técnico, a Enel, quase uma hora após provocar a paralisação dos serviços da empresa, religou a rede elétrica, deixando para trás prejuízos ao cliente. Os equipamentos ficaram expostos ao calor acima de 35 graus na Grande Sobral.

O deputado estadual Edilardo Eufrásio da Cruz (MDB), convida a todos os consumidores de energia da ENEL para às 15:00 horas, acompanharem uma audiência pública sobre o aumento em duplicidade e aumentos abusivos nas contas de luz com valores diferentes no mesmo mês.

Leia a Anterior

Pessoas com coagulopatias tem atendimento odontológico especializado no Hemoce

Leia a Próxima

Inep lançará série de conteúdos do Enem em Libras