Aliados de Bolsonaro no CE querem pressa, mas TSE tem, antes do ‘Aliança’, outros pedidos de registro

Militantes que se articulam para criar a nova sigla correm contra o tempo para registrá-la e viabilizá-la para as eleições de outubro deste ano.

Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução)

Os simpatizantes e aliados do presidente Jair Bolsonaro querem formar o “Aliança pelo Brasil” a tempo de levar o novo partido a disputar as eleições de prefeito e vereador neste ano, mas começam a trabalhar com um cenário de adversidade: além da mobilização para somar 491.000 assinaturas de eleitores em 9 estados até o mês de março, o registro do “Aliança” terá pela frente, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), outros três pedidos.

Especialistas da área eleitoral consideram que o TSE não segue obrigatoriamente a ordem cronológica desses pedidos,  mas a tendência é que aumentem as cobranças para, antes do ‘Aliança pelo Brasil’, entrem na fila de análise as solicitações para registro do Partido Nacional Corinthiano (PNC), do Partido da Evolução Democrática (PED) e do Partido Nacional Social Democrático Cristão (PNSDC).

Os três registros do PNC, PED e PNSDC foram solicitados entre agosto de 2018 e agosto de 2019. O TSE ainda não definiu as datas para julgar os pedidos de registro dessas legendas. Os militantes do partido do presidente Jair Bolsonaro não terão dificuldades para reunir as 491 mil assinaturas exigidas para o pedido de registro da sigla ser protocolado no TSE até o mês de março.

AGENDA DE VIAGEM

O presidente Jair Bolsonaro cumprirá uma agenda de visitas aos estados para fortalecer a mobilização dos aliados na coleta de assinaturas para formação do Aliança pelo Brasil. No Ceará, como destacou, nesta segunda-feira (13), no Jornal Alerta Geral, o repórter Carlos Silva, militantes do ‘Aliança pelo Brasil’ correm para juntar as assinaturas e esperam a presença do presidente Jair Bolsonaro. A agenda do presidente prevê visitas a 21 estados. Para participar das eleições de 2020, a nova sigla precisa ser liberada pelo Tribunal Superior Eleitoral até seis meses antes do dia do pleito, ou seja, 4 de abril.

Confira na íntegra mais informações com o correspondente Carlos Silva:

 

(*) O Jornal Alerta Geral é gerado pelo Rádio 104.3 – Grande Fortaleza, é transmitido por 26 emissoras no Interior do Ceará e entra nas redes sociais do Ceará Agora. O Alerta ganha, ainda, mais força na Região Metropolitana de Fortaleza com a transmissão pela Rádio FM 107.5.

Leia a Anterior

50% dos brasileiros são católicos, 31%, evangélicos e 10% não têm religião, diz Datafolha

Leia a Próxima

Corrida para comando de prefeituras, câmaras municipais e viabilização de partidos marcam eleições deste ano