Ceará é derrotado pelo Flamengo no Castelão; Fortaleza reage e empata com o Santos fora da casa

O Fortaleza, zonzo com a intensidade do adversário, pouco conseguia atacar – e acabou levando o terceiro aos 31, depois de o Santos desperdiçar boas chances. Sasha recebeu em profundidade e deslocou o goleiro

O Flamengo dominou a maior parte do jogo, apesar de iniciar sem quatro titulares: Rafinha, Filipe Luis, Cuellár e Bruno Henrique. Mesmo que a posse de bola tenha sido 50% para cada um dos times, o Rubro-Negro sempre foi mais vertical ao buscar o gol. O Ceará, sem conseguir superar a marcação adversária apostou em cruzamentos e chutes de fora da área. Por isso, teve mais finalizações: 18 a 11.

Os gols foram boas construções coletivas. Marí concluiu após lateral cobrado por Renê e participação de Rodrigo Caio e Berrío. O segundo, de Gabigol, mostrou o time controlando a bola por 1min15s, com 20 passes e apenas Gerson não tocando na bola. E, por fim, Arrascaeta marcou de bicicleta.

O Ceará volta a campo no sábado em Curitiba. Desafia o Athletico-PR, na Arena da Baixada, às 19h (de Brasília). O Flamengo, na quarta-feira, no Sul, decide a classificação à semifinal da Libertadores contra o Internacional de Porto Alegre. No domingo, no Maracanã, às 16h, ao retomar o campeonato nacional, recebe o Palmeiras.

Leão consegue empate

Empate com sabor de vitória! O resultado obtido pela equipe tricolor na tarde deste domingo fora de casa contra a equipe do Santos é a prova de que muitas vezes no futebol o placar igual, em certas situações, é tão comemorado quanto um triunfo. Tudo indicava que o dia seria ruim para o Fortaleza, levando um gol logo no início com apenas dois minutos de jogo e terminando o primeiro tempo com saldo negativo de três gols, o tricolor não tinha muita fé de que poderia sair com bom resultado diante do clube paulista.

O Santos começou o jogo frenético. Com Marinho voando pela direita e Soteldo disparando pela esquerda, foi necessário apenas um minuto para sair o primeiro gol. A bola foi de Jorge para Evandro, de Evandro para Sasha, de Sasha para Marinho, de Marinho para o gol. A vantagem cresceu pouco depois, aos 9 minutos, quando Jorge mandou uma pancada em rebote de fora da área. Golaço. O Fortaleza, zonzo com a intensidade do adversário, pouco conseguia atacar – e acabou levando o terceiro aos 31, depois de o Santos desperdiçar boas chances. Sasha recebeu em profundidade e deslocou o goleiro. A arbitragem anulou o lance, marcando impedimento, mas depois confirmou o gol no VAR.

No segundo tempo, a equipe comandada pelo técnico Zé Ricardo reagiu com fervor. Inicialmente com Wellington Paulista marcando de pênalti, cobrando no lado direito do goleiro Everson. O lateral Carlinhos recebeu a bola na frente e se esforçou para não deixar a bola escapar e, de dentro da grande área, pela esquerda, tocaou, mesmo caindo, para o meio da pequena área. Wellington Paulista aparece sozinho para finalizar e marcar o seu segundo no jogo.

O empate do Fortaleza começou com cruzamento do Carlinhos. Aguilar cai na hora de fazer o corte dentro da grande área, bola passa por Wellington Paulista e sobra para Tinga marcar o gol e deixar tudo igual na Vila Belmiro. om o empate, o Santos foi a 33 pontos e se manteve, ao menos momentaneamente, na liderança do Campeonato Brasileiro, três pontos à frente de Flamengo (que visita o Ceará na noite deste domingo), Palmeiras (que teve o jogo contra o Fluminense adiado para o dia 10 de setembro) e São Paulo (que perdeu para o Vasco). Se o Flamengo vencer o Ceará, porém, o Santos cairá para segundo. O Fortaleza, com 18 pontos, ficou em 15°

Leia a Anterior

PSDB em Juazeiro: Salviano e Arnon se articulam para neutralizar pré-candidatura de Nelinho

Leia a Próxima

Davi deve instalar na terça-feira comissão mista sobre mudanças climáticas