Aprovado regimento interno do Conselho de Governança Fiscal

Governador Camilo Santana presidiu a 1ª reunião do conselho, que contou com a participação da Assembleia Legislativa, Tribunal de Justiça, Ministério Público, Defensoria e Tribunal de Contas do Estado.

O governador Camilo Santana presidiu nesta quarta-feira (9), no Palácio da Abolição, a primeira reunião do Conselho de Governança Fiscal do Ceará, que conta com a participação da Assembleia Legislativa, Tribunal de Justiça, Ministério Público, Defensoria Pública, Tribunal de Contas do Estado e as secretarias da Fazenda, Planejamento, Casa Civil, Controladoria e Procuradoria.

Na ocasião, foi aprovado o regimento interno do conselho, que é pioneiro no Brasil e será responsável por estabelecer diretrizes de esforços e eficiência fiscal; monitorar os resultados, propor alterações e disseminar boas práticas de gestão fiscal no Estado, incluindo ações em parceria com os municípios. O conselho com os gestores deverá se reunir a cada quatro meses.

“Considero esse conselho um marco para a área econômica do nosso estado. Tenho convicção de que, com muito diálogo e a integração de todas as instituições, conseguiremos melhorar ainda mais a situação fiscal do nosso estado. Agradeço a todos pela parceria”, citou o governador Camilo Santana.

Participaram da reunião os presidentes da Assembleia, deputado José Sarto; do Tribunal de Justiça, desembargador Washington Araújo; e do Tribunal de Contas, Edilberto Pontes; o procurador-geral de Justiça, Plácido Rios; a defensora-pública Geral do Estado, Mariana Lobo; e os secretários Élcio Batista (Casa Civil), Fernanda Pacobahyba (Fazenda), Flávio Jucá (executivo do Planejamento), Aloisio Carvalho (CGE) e Juvêncio Viana (PGE), além de técnicos das instituições.

 

 

 

 

(*)com informação do Governo do Estado do Ceará

Leia a Anterior

Outubro Rosa apresenta três shows femininos em Fortaleza

Leia a Próxima

A MP da Liberdade Econômica e os impactos na legislação trabalhista