Banco Central autoriza quatro empresas para operar com o cadastro positivo

O Banco Central concedeu nesta sexta-feira (11) o registro de gestor de banco de dados para quatro empresas, que agora poderão operar com o cadastro positivo: Boa Vista Serviços, Quod Gestora de Inteligência de Crédito, Serasa e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

Em julho, o BC havia divulgado a resolução nº 4.737, que estabeleceu as medidas para o fornecimento, pelas instituições financeiras, de informações de adimplemento de pessoas físicas e jurídicas aos birôs de créditos para a formação do cadastro positivo. Naquele mês também foi publicado o decreto 9.936, que definiu a exigências mínimas para operar o cadastro positivo.

Entre as exigências, os birôs terão de indicar dois diretores, um responsável pela gestão de dados e outro pela segurança da informação. Eles terão de provar sua “capacidade técnica” e os birôs precisam ter “reputação ilibida”. As empresas precisam ainda ter um patrimônio líquido mínimo de R$ 100 milhões. Elas também devem demonstrar capacidade de desenvolver um programa de gestão de vulnerabilidade e prevenção de vazamentos.

Para a Serasa Experian, a inclusão automática dos consumidores e empresas no cadastro positivo é um avanço para o mercado de crédito brasileiro e a mudança poderá trazer benefícios significativos para toda a sociedade. “Estamos prontos para fazer com que o cadastro positivo seja uma realidade que mude de vez as relações creditícias no nosso país”, disse em nota o presidente da companhia, José Luiz Rossi.

Leia a Anterior

Governo do Ceará inaugura Centro de Educação Infantil e Areninha em Chorozinho

Leia a Próxima

Preso suspeito de atentado contra prefeita de Quixelô, Fátima Gomes