Beto Almeida sobre Aeroporto de Fortaleza: “a coisa começou a andar com a privatização”

Segundo Beto, quando o equipamento ainda estava sob responsabilidade da Infraero, “a obra não andava”.

Aeroporto de Fortaleza e “puxadinho” feito em 2014 Foto: Reprodução

Após se arrastar por um bom período, o Aeroporto Internacional de Fortaleza, Pinto Martins, passa a contar, a partir desta terça-feira (25), com uma nova área de check-in nacional e internacional. A demora na entrega chama atenção. Herança da Copa do Mundo de 2014, as obras, que passaram à responsabilidade da empresa privada Fraport, amplia os terminais de passageiros, fazendo com que o Aeroporto tenha seu tamanho ampliado. Segundo o Governo do Estado, o espaço passa a contar com mais de 60 mil m².

Durante seu comentário no Jornal Alerta Geral (FM 104.3 na Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior do Estado + Redes Sociais) de hoje, o jornalista Beto Almeida enfatizou a participação da iniciativa privada na finalização do empreendimento. Segundo ele, antes da Fraport Brasil, quando o equipamento ainda estava sob responsabilidade da Infraero, empresa pública federal brasileira vinculada ao Ministério da Infraestrutura, “a obra não andava”.

A coisa começou a andar com a privatização. Era para ter sido ampliado antes da Copa de 2014. De lá para cá se investiu dinheiro e em maio do ano que vem será entregue a obra completa. Esse é o caminho — afirmou Beto.

+ Nova área de check-in será inaugurada nesta terça-feira (25) no Aeroporto de Fortaleza.

O governador Camilo Santana participou da visita ao espaço na tarde dessa segunda, acompanhado da CEO da Fraport Brasil, Andrea Pal, do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, do secretário do Turismo, Arialdo Pinho, do presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual José Sarto. O governador falou da importância do equipamento para a região Nordeste e que está trabalhando para fazer de Fortaleza “um grande centro de conexões aéreas”.

Nós vamos ter aqui, não tenho dúvidas, o melhor aeroporto do Norte e Nordeste do Brasil. É um aeroporto que está mais do que dobrando a sua área construída, com qualidade, com modernidade, eficiência, tecnologia, com esteira de bagagens do alto padrão mundial — disse Camilo Santana.

Leia a Anterior

IPVA em atraso: saiba o que fazer para regularizar a situação

Leia a Próxima

Hospital de Tauá ganhará quatro novas UTI