Clássicos decidem campeonatos estaduais no País

Feriadão de Páscoa, família reunida e, claro, muito futebol. Neste fim de semana, as rivalidades locais ficam ainda mais acirradas com as decisões dos estaduais pelo Brasil. No Rio de Janeiro, Botafogo e Vasco duelam pela terceira vez nos últimos quatro anos pelo título do Campeonato Carioca. Isso porque o Gigante da Colina fez jus ao apelido de “time da virada” e venceu o Flu por três a dois na quinta-feira (29). O gol da classificação só saiu nos acréscimos, aos 49 do segundo tempo. O primeiro jogo da final acontece neste domingo (1°), no estádio Nilton Santos.

Herói e vilão contra o São Paulo, Rodriguinho é esperança corinthiana na final contra o Palmeiras
No Campeonato Paulista, Corinthians e Palmeiras voltam a se enfrentar em uma final após 19 anos. Na última vez que disputaram o título estadual, os rivais protagonizaram uma briga generalizada em campo. Edilson “Capetinha”, à época atacante do Timão, empatou o jogo no Morumbi aos 29 minutos do segundo tempo e bateu embaixadinhas no meio-campo, ato que revoltou os palmeirenses. O placar de 2 a 2, àquela altura, praticamente definiu o título para o Corinthians, que havia vencido o Palmeiras por 3 a 0 no jogo de ida. Diante de mais de 40 mil alvinegros, em Itaquera, mais um capítulo dessa rivalidade será escrito neste sábado (31).

Um dos mais tradicionais clássicos do país define, a partir deste domingo, o campeão mineiro de 2018. Atlético e Cruzeiro entram em campo às quatro da tarde, no Independência. Após troca de comando durante o campeonato, o Galo passou a ser dirigido por Thiago Larghi. E deu certo. Ele reconduziu o time na competição e classificou o Atlético para o mata-mata com apenas uma derrota, sofrida justamente para o maior rival na primeira fase. Do outro lado, o Cruzeiro chega à final como o único time invicto e dono da melhor campanha na competição: 12 vitórias e dois empates em 14 jogos disputados. O time celeste também tem o melhor ataque (25 gols feitos) e a melhor defesa (três gols sofridos) do campeonato.

Pela 18ª vez na história, um clássico Atletiba vai decidir o estadual no Paraná. O Furacão busca a taça para se aproximar do rival, maior campeão paranaense com 38 conquistas. O Coxa, que levou o título no ano passado, faz o primeiro jogo da final em casa, no Couto Pereira, e sonha com o bicampeonato.

No Rio Grande do Sul, Grêmio e Brasil de Pelotas jogam para ver quem será o campeão gaúcho deste ano. Favorito ao título, o Imortal conta com a estrela de Luan para conquistar mais um caneco. O adversário, porém, chega empolgado à decisão. A última vez dos Xavantes em uma final de Gauchão foi em 1955, diante do Internacional. Mais uma vez, um time do interior tenta derrubar um grande. No ano passado, o Novo Hamburgo bateu o Inter e foi campeão estadual. O primeiro encontro da decisão acontece neste domingo, na Arena do Grêmio.

Com Agência do Rádio Mais

Leia a Anterior

Barroso: liberdade de presos na Operação Skala será analisada após depoimentos

Leia a Próxima

Presidente da Rodrimar diz que Temer prometeu avaliar pedido de ajuda no Porto de Santos