Com nova previdência, homens poderão ter que contribuir por mais cinco anos para se aposentarem

O assunto foi destaque no Jornal Alerta Geral desta segunda-feira (22).

Foto: reprodução.

Advogados previdenciários aconselham homens que ainda não contribuíram com o INSS façam isso com urgência antes que a reforma da Previdência entre em vigor.  O assunto foi destaque no Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior), pelo jornalista, Carlos Alberto Alencar.

O comentarista relata que a ideia é aproveitar o prazo mínimo de contribuição de 15 anos, pois se não fizer antes da reforma terá que contribuir por pelo menos 20 anos, além de cumprir a idade mínima de 60 anos.

O texto da reforma será votado no segundo turno pela Câmara dos Deputados que está prevista para acontecer em agosto.

Confira a análise completa clicando no player abaixo:

Leia a Anterior

Empréstimos consignados estão na mira das investigações de órgãos de defesa do consumido

Leia a Próxima

Caminhoneiros realizam paralisação na BR-116 em Horizonte