Deputados saem em defesa dos irmãos Cid e Ciro e chamam André Fernandes de inconsequente e grosseiro

Osmar e Salmito foram incisivos na defesa de Cid, Ivo e Ciro.

Os deputados estaduais Osmar Baquit, Queiroz Filho, Marcos Sobreira, Sérgio Aguiar, Romeu Aldigueri, Bruno Gonçalves Silva Oliveira, Salmito Filho, Patrícia Aguiar e Evandro Leitão condenaram, nesta quinta-feira (16), as declarações do deputado André Fernandes (PSL) contra os irmãos Ferreira Gomes. Osmar e Salmito foram incisivos na defesa de Cid, Ivo e Ciro. Baquit chamou André de “inconsequente”, enquanto Salmito definiu as palavras do deputado do PSL como grosseiras.  André chegou a dizer que os irmão representavam uma facção criminosa.

Baquit fez um histórico da atuação dos irmãos na política do Ceará e lembrou, ao iniciar o pronunciamento, o papel da matriarca Maria José e do patriarca José Euclides na formação e no comportamento ético dos filhos Ciro, Lúcio (Secretário de Infraestrutura do Estado) , Cid, Lia (Secretária Executiva Municipal de Proteção Social, Justiça, Mulheres e Direitos Humanos da Prefeitura de Fortaleza) e Ivo Gomes.

Os exemplos dados pelos irmãos Cid, Ivo e Ciro na política, segundo Osmar Baquit, são de correção no poder público. Baquit destacou a atuação de Cid como prefeito de Sobral, governador, ministro da Educação no Governo Dilma e, hoje, senador. O pedetista fez referência, também, as ações de Ciro como Ministro dos Governos Itamar Franco e Dilma Roussef, assim como de Ivo como prefeito de Sobral.

O deputado estadual André Fernandes, ao apartear Osmar Baquit, reafirmou palavras e argumentou que expressões semelhantes são usadas, também, pelo ex-candidato à Presidência da República, Ciro Gomes. André relatou expressões atribuídas e o número de processos do líder nacional do PDT. Disse, diante desse cenário, não enxergar absurdos em suas palavras.

Osmar Baquit retrucou ao responder André Fernandes e afirmou que o Ciro é processado por difamação ou calúnia porque as pessoas citadas se sentiram ofendidas, mas, na história política, o ex-presidenciável não enfrenta processos por desonestidade. André disse que não tem provas concretas, mas existem fatos e anunciou que os publicará, nesta sexta-feira (17), em suas redes sociais.

A líder do PR, Silvana Oliveira, lembrou ter sido feito parte da base política do então governador Cid Gomes e o definiu como um homem honrado. O deputado Marcos Sobreira (PDT) atribuiu a Cid Gomes grandes transformações na política do Ceará e nominou obras – como extensão da URCA para o Centro Sul, Delegacia da Mulher, Policlínicas e UPAs. Sobreira tachou de infeliz a postura de André Fernandes e solicitou a Mesa Diretora a exclusão dos Anais da Casa

O deputado estadual Sérgio Aguiar (PDT) reafirmou palavras do colega Osmar Baquit, defendeu os irmãos Cid e Ciro Gomes e lamentou as expressões de André Fernandes.

‘’Somos revistidos da imunidade parlamentar, mas não para abusar contra a honra das pessoas’’, disse Sérgio, em tom de conselho para André Fernandes.

O deputado Evandro Leitão (PDT), também, saiu em defesa de Cid, Ivo e Ciro e lamentou que, com o discurso da nova política, grupos ataquem e denigram homens honrados. Leitão – sem nominar, disse lamentar o comportamento de André e condenou atitudes de quem denuncia sem provas e de forma infundada.

 

Veja na integra vídeo:

 

Leia a Anterior

Senado facilita internação involuntária de usuário de drogas

Leia a Próxima

Carlos Alberto Alencar, no Alerta Geral, fala da ‘megalomania’ de Roberto Cláudio em obras na “Nova Beira-Mar”