Eleições Municipais: Domingos encerra, em Juazeiro, arrastão de filiações ao PSD

Encontros regionais, com a presença do Presidente da Executiva Nacional do PSD, Gilberto Kassab, aqueceu a caminhada com vistas ao pleito de 2020. Domingos se encontrou com Cid Gomes para reafirmar aliança com o PDT.

O PSD encerrou na noite desta sexta-feira (20), em Juazeiro do Norte, a série de encontros regionais para ampliar o número de militantes e pré-candidatos a prefeitos e a vereador nas eleições do próximo ano.  O presidente do PSD, Domingos Filho, já tem em mãos um balanço com resultados acima do esperado em termos de novas filiações.

 

O chamado “arrastão’’ de Domingos Filho fez estragos em bases partidárias de aliados e adversários e, principalmente, no MDB, comandado pelo ex-senador Eunício Oliveira. A caravana passou pelo Vale do Jaguaribe, Domingos atraiu, para o PSD, o grupo do ex-prefeito de Limoeiro do Norte, Paulo Duarte, e do ex-prefeito de Aracati, Expedito Ferreira.

Domingos avançou e tentou tirar, pelo menos, 12 prefeitos do MDB, Eunício reagiu e conseguiu manter aliados, mas não neutralizou a saída do prefeito de Pacatuba, Carlomano Marques.
Carlomano abriu, nessa sexta, em Pacatuba, o penúltimo dos três encontros do PSD – os outros dois tem como sede as cidades de Iguatu (16:30h) , com lideranças da Região Centro Sul, e Juazeiro do Norte (19:30h), reunindo prefeitos, vereadores e ex-prefeitos de cidades da Região do Cariri.


De Juazeiro, o presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, embarca com destino a São Paulo após cumprir a missão de ver as bases do seu partido ampliadas no Ceará. Kassab tem a mesma estratégia para os demais estados no trabalho para fortalecer o PSD na caminhada para eleição presidencial de 2022. O PSD é, hoje, aliado ao governador de São Paulo, João Doria, que é pré-candidato à sucessão do presidente Jair Bolsonaro.

KASSAB X CID

Ao longo da semana, Domingos trabalhou para neutralizar as especulações de que, com o arrastão para fortalecer o PSD, estaria se conflitando com os irmãos Cid e Ciro Gomes e com o governador Camilo Santana.


Com gestos e atos, Domingos fez questão de levar à residência do senador Cid Gomes (PDT), em Fortaleza, o presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, e o deputado federal Domingos Neto, relator-geral do Orçamento da União de 2020.  Domingos pediu a Cid, com antecedência, um espaço na agenda para esse encontro, que aconteceu, nessa quinta-feira (19), no apartamento do senador pedetista.

Leia a Anterior

Comissão debate encontro mundial sobre saneamento, que terá o Brasil como sede

Leia a Próxima

De Russas (CE) à Itaúna (MG); de Fortaleza à Itália, passando por SP e RJ. A conexão do ‘Alerta Geral’ para tirar dúvidas na área previdenciária