Em reunião com governadores, Camilo Santana fala sobre fim de privilégios e garantia de direitos dos mais pobres

Fórum de governadores do país, em Brasília, debateu a Reforma da Previdência.

Foto: Reprodução.

Em reunião do Fórum de Governadores do País, em Brasília, que teve como debate principal a reforma da previdência, o governador Camilo Santana falou sobre manutenção dos direitos daqueles mais pobres na aposentadoria e o fim dos privilégios existentes no atual modelo previdenciário brasileiro.

“Estamos aqui em um momento importante em que se debate no Congresso Nacional um tema que é crucial, que é a reforma da Previdência. Estamos lutando por uma reforma justa, que possa tirar privilégios, mas garantir que não mexa com os mais pobres desse país e dos estados da Federação. Esse tem sido sempre o meu discurso em relação a essa proposta da reforma para que possa gerar o equilíbrio tão necessário ao Brasil e à retomada do crescimento”, disse Camilo Santana.

Além da presença da maioria dos governadores do Brasil, o encontro teve a participação do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, do relator da proposta da Reforma da Previdência, deputado Samuel Moreira, e do secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho.

Durante o fórum, alguns temas específicos que mexem com determinados grupos e que no entendimento dos presentes não devem sofrer alterações do modelo atual de aposentadoria foram debatidos.

Segundo o governador, “o próprio relator (da proposta) e o presidente da Câmara enxergam a necessidade de rever todos esses pontos e se isso for reconsiderado talvez haverá um consenso dos governadores na tentativa de garantir uma reforma que não prejudique os mais pobres e que retire privilégios”.

Leia a Anterior

Mortes por gripe no Brasil já chegam a 199 casos, Ceará registra 19 óbitos por Influenza

Leia a Próxima

Bolsonaro anuncia redução no preço da gasolina nas refinarias. Em Fortaleza, preço praticado é R$ 1,7373 pelas refinarias