Esquema fraudulento de curso de graduação falso em Farias Brito é denunciado pelo MPCE

A instituição não possui autorização do Ministério da Educação (MEC) para funcionamento e oferta de cursos de ensino superior.  

Os responsáveis pelo Centro de Educação Profissional e Superior (CEP), estão sendo imputados com uma denúncia relativa à prática do crime de estelionato pela oferta fraudulenta de curso de graduação na cidade de Farias Brito. O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio da Promotoria de Justiça de Farias Brito denunciou a prática criminosa.

De acordo com a denúncia, os responsáveis pelo Centro anunciaram e promoveram o curso de graduação em “Administração de Empresas” na cidade de Farias Brito, sendo que a instituição não possui autorização do Ministério da Educação (MEC) para funcionamento e oferta de cursos de ensino superior. 

16 alunos foram vitimados com a suposta fraude e o prejuízo total foi estimado em R$ 59.680,00. Esta é a terceira denúncia apresentada pela Promotoria de Farias Brito contra fraudes desta espécie. As acusações anteriores foram contra os responsáveis pelo Instituto Educacional Ruimar Gomes (IERG) e pelo Centro de Formação e Assessoria Educacional (CEFAED). 

*(Com informações do Ministério Público do Estado do Ceará)

Leia a Anterior

AL realiza audiência para debater efeitos da lei que tipificou o feminicídio

Leia a Próxima

Cagece oferece 75 vagas para cursos gratuitos de capacitação profissional