Fortaleza quebra tabu de quatro anos ao vencer o Ferrão e assume liderança do cearense

O Fortaleza levou a melhor no clássico das cores realizado na tarde deste domingo no Estádio Presidente Vargas ao vencer pelo placar de 3X1. O jogo foi nervoso e o Ferrão teve dois jogadores expulsos. A polêmica aconteceu no segundo gol do Tricolor de Aço quando os corais reclamaram de empurrão de Edinho no zagueiro, antes de cabecear para marcar.

O momento hilário da partida foi a expulsão do mascote Tutuba pelo arbitro,  alegando invasão no campo quando da comemoração do mesmo ao gol solitário dos corais. Esse foi o aniversário de 80 anos do confronto, além disso a partida valia a liderança do campeonato e mais tranquilidade no hexagonal.

O Tubarão da Barra entrou em campo com força máxima, e o tricolor mesmo com um time misto conseguiu superar o adevrsário. Os gols do leão foram anotados por Leonan, Edinho e Gustavo. O Ferrão descontou com Afonso, sendo todos os tentos no segundo tempo.

A útima partida vencida pelo Fortaleza contra o Ferroviário era no longínquo 13 de fevereiro de 2014. Com o resultado, o Fortaleza somou 21 pontos e assumiu a liderança. O Ceará ficou na vice-liderança.

Já o Ferroviário, que estava há sete jogos sem perder no Estadual, Nordestão e Copa do Brasil, já estava classificado para a 2ª fase do Campeonato Cearense, com 17 pontos.  O próximo compromisso do Tubarão da Barra é contra o Vila Nova,  de Goiás, na quarta-feira (28), no Presidente Vargas (PV), pela 3ª fase da Copa do Brasil. Caso vença, o Ferrão receberá mais R$ 1,8 milhão de cota, valor que dá para pagar sete meses da folha de pagamento do clube.

 

 

Ferroviário e Fortaleza já se enfrentaram 312 vezes ao longo da história. Ao todo, são 130 vitórias do Leão, 94 do Tubarão da Barra e 91 empates. O Tricolor do Pici balançou as redes 468 vezes, sofrendo 409 gols contra. O primeiro Clássico das Cores foi marcado por um triunfo leonino por 2 a 0, em 1938. Enquanto o último não saiu do zero a zero, no dia 19 de abril de 2017, pelo Campeonato Cearense.

 

Leia a Anterior

Sangra o terceiro açude no Ceará neste ano

Leia a Próxima

Norte e Nordeste passam a receber nesta segunda alerta de desastres naturais