Funceme aponta 20 municípios cearenses com alto risco de incêndios florestais

Um dos estudos mais recentes da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) indica que o Ceará possui áreas de 20 municípios com alto risco de incêndios florestais. O projeto foi financiado pelo Fundo de Defesa dos Direitos Difusos do Estado do Ceará (FDID), teve início em 2017 e foi finalizado neste ano.

As áreas com maiores riscos estão situadas predominantemente nas regiões do médio Jaguaribe, Inhamuns e Centro-Norte do estado. Nestes locais, onde é comum a prática da agropecuária, a pluviometria média anual varia entre 700 e 800 milímetros, o que colabora para o índice de vegetação extremamente seco.

Os municípios com maiores risco são: Independência, Tauá, Morada Nova, Jaguaretama, Quixeramobim, Tamboril, Jaguaribe, Aiuaba, Boa Viagem, Irauçuba, Crateús, Santa Quitéria, Salitre Sobral, Acopiara, Solonópole, Campos Sales, Quixadá, Banabuiú e Parambu.

Com a redução comum das chuvas no segundo semestre, as queimadas costumam atingir níveis máximos. De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o período entre setembro e outubro registra os picos médios de focos de queimadas. Em 2019, já foram registrados 216 focos no Ceará.

Confira o mapa do estudo:

Leia a Anterior

Programa “Tempo de Justiça” será expandido para Região do Cariri

Leia a Próxima

Previsão do tempo: Funceme prevê céu com poucas nuvens nos próximos dias