Funcionários dos correios entram em greve em todo país

Os colaboradores do Ceará informaram que irão aderir à greve nacional, nesta quarta-feira (11).

Os funcionários dos Correios entram em greve geral sem previsão do retorno das atividades. O anúncio foi confirmado pela Findect (Federação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios) e o Sintect-SP (Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios Telégrafos e Similares de São Paulo, Grande SP e Sorocaba) na noite desta terça-feira (10).  Também foi confirmado nas páginas e redes sociais oficiais dos Correios.

No Ceará, conforme o Sindicato dos Trabalhadores em Correios, Telégrafos e Similares do Ceará (Sintect-CE), a partir nesta quarta-feira (11), servidores da capital vão aderir a greve e outras unidades no estado devem reforçar a paralisação, bloqueando as agências. O sindicado também relata que o principal motivo desta paralisação é a oposição da categoria sobre a redução de salários e benefícios, além disto, a privatização estatal que foi incluída no mês de agosto pelo atual governo.

Os trabalhadores cearenses realizam manifestações na sede dos correios no centro de Fortaleza e em frente de agências no interior do estado.

Conforme o diretor de imprensa do sindicato, Cláudio Cruz, ainda não foi divulgado dados oficiais de agências e colaboradores no estado do Ceará, que estão com as atividades cessadas.

 

 

Leia a Anterior

Consequências da privatização do Serpro e da Dataprev serão debatidas na Assembleia Legislativa

Leia a Próxima

AMC promove leilão de veículos a partir desta quarta-feira