Heitor pede a Assembleia para evitar constrangimento com aposentadoria especial para ex-conselheiros do TCM

A aprovação da emenda constitucional, de acordo com Heitor Férrer, é uma afronta à Constituição Federal e, se passar pelo Plenário da AL, será derrubada pelo STF.

Foto: reprodução

O deputado estadual Heitor Férrer (SD) fez, nesta quinta-feira (25), um apelo para a Assembleia Legislativa evitar o constrangimento de aprovar uma emenda à Constituição do Estado criando uma aposentadoria especial para os ex-conselheiros do extinto Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) Hélio Parente e Domingos Filho.

A PEC (Proposta de Emenda à Constituição), que dá a aposentadoria precoce a Hélio Parente e Domingos Filho, que tinham menos de cinco anos na função de conselheiro,  é uma iniciativa do deputado estadual Osmar Baquit (PDT) e está assinada por outros 31 parlamentares. O número de assinaturas, se convertida em votos, é suficiente para aprovação da PEC na Assembleia Legislativa.

Heitor classificou como ‘gracinha’ a possível aprovação da PEC e destacou que, no texto do projeto, tem algo que chama a atenção: aos dois beneficiários da aposentadoria precoce – Hélio Parente e Domingos Filho, segundo Heitor Férrer, não seriam exigidas condições para o benefício previdenciário, de acordo com o que está no artigo 40, da Constituição do Estado. Hélio, assim como Domingos, tem 55 anos – 10 a menos do que o tempo para o trabalhador se aposentar por idade pelo Regime Geral da Previdência Social.

A aprovação da emenda constitucional, de acordo com Heitor Férrer, é uma afronta à Constituição Federal e, se passar pelo Plenário da Assembleia Legislativa, será derrubada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Heitor disse que será um constrangimento a aprovação da PEC que, em seu entender, é um favor constitucional e não pode prosperar.

Leia mais:

+ Patrícia, mulher de Domingos Filho, classifica aposentadoria especial de legal e republicana

 

Leia a Anterior

Granja relata buraqueira e cobra ao DNIT recuperação de BRs que cortam o Ceará

Leia a Próxima

Marcelo Ramos será o presidente da Comissão da Reforma da Previdência