Justiça Federal barrou a suspensão do BPC para quem não se inscrever no CadÚnico

Os deficientes físicos e os idosos que recebem o BPC (Benefício de Prestação Continuada) têm poucos dias para atualizar informações no CadÚnico (cadastro de programas sociais do Governo Federal). O objetivo é evitar transtornos, embora a Defensoria Pública da União (DPU) tenha conseguido uma liminar que impede a suspensão do benefício de quem não fez a inscrição. 

O corresponde do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior), Carlos Silva, tem mais informações sobre o assunto. Confira no player abaixo!

Leia a Anterior

Os brasileiros estão cada vez mais otimistas com o futuro, revela Datafolha

Leia a Próxima

Escultura de cearense irá compor o carro abre-alas da União da Ilha