Liberação de bebidas: Evandro pede honestidade de colegas deputados que o insinuam com interesse comercial

O deputado estadual Evandro Leitão (PDT) condenou, nesta quinta-feira, 4, na Assembleia Legislativa, a desonestidade de colegas parlamentares que, nos bastidores políticos, o citam com suposto interesse comercial na liberação da comercialização de bebidas alcoólicas nos estádios de futebol.

Evandro pediu honestidade, lamentou o comportamento de colegas, afirmou que não fará discurso para a plateia e disse que não será hipócrita: ‘’Quem não é honesto consigo mesmo, não é honesto com a sociedade’’, disse o deputado pedetista, ao mandar um recado – sem nominar, a deputados estaduais que se opõem ao projeto e usam argumentos hipócritas nesse debate. 

Autor da proposta que trata sobre a liberação da venda de bebida alcoólica nos estádios, Evandro Leitão reconheceu, em seu pronunciamento, que será derrotado na votação do projeto e afirmou que o resultado adverso o fará um vitorioso por ter colocado o assunto em debate.

Evandro disse, ainda, que, se for para jogar para plateia, prefere ficar fora da Assembleia Legislativa e não ser hipócrita. O pedetista ganhou apoio dos deputados estaduais Osmar Baquit e Jeová Mota. O deputado estadual Marcos Sobreira (PDT) cobrou a Evandro Leitão que nominasse os colegas parlamentares que agem com desonestidade e o apontam com interesse comercial. 

Sobreira disse que não é justo insinuar sobre quem é desonesto porque, com generalização, todos tem a imagem prejudicada. Em reposta a Marcos Sobreira, Evandro Leitão afirmou que não seria indelicado para citar nomes.

PESQUISA PELA INTERNET


Após o pronunciamento de Evandro Leitão, o presidente da Assembleia Legislativa, Sarto Nogueira (PDT), anunciou o lançamento de uma pesquisa pela internet para os cearenses opinarem sobre o projeto que disciplina a venda de bebidas alcoólicas nos estádios de futebol. Sarto disse, que a pesquisa será cercada de exigências de informações para que o resultado seja real, com identificação, por exemplo, do IP de quem participa da votação. A medida é para evitar que uma mesma pessoa vote mais de uma vez. 

Leia a Anterior

Sem debate, mais de 100 municípios cearenses serão atingidos com queda do Fundeb, alerta Nilson Diniz

Leia a Próxima

PSD apoia reforma da Previdência, mas manterá independência e não fechará questão, diz Kassab