Maior exposição agropecuária do Ceará deve movimentar R$ 12 milhões em negócios este ano

Terá início no próximo sábado (9) a maior exposição agropecuária e industrial do Estado do Ceará. Este ano, a chega à sua 65ª edição e segue até 17 de novembro, no Parque de Exposições César Cals, localizado no bairro Presidente Kennedy, em Fortaleza. A previsão que o evento supere a casa dos R$ 12 milhões em negócios. A exposição é uma iniciativa da Associação dos Criadores do Ceará (ACC), com o apoio do Governo do Ceará, através da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA).

Na programação da Expoece, constam leilões, desfiles e exposições de animais para reprodução, corte e produção de leite, torneio leiteiro, cursos e minicursos nas diversas áreas do agronegócio e criação de animais para atividades variadas, incluindo a participação em vaquejadas; test drive em animais, passeios de pônei, agricultura familiar, comercialização de implementos agrícolas, instituições bancárias para agilizar financiamentos, venda de artesanato e comidas típicas do sertão, forró pé de serra, casa de farinha, fazendinha, parque de diversões e outras atrações para as famílias, que terão a oportunidade de reviver hábitos do interior e apreciar belos animais de raças variadas.

Estão confirmadas as participações de raças como os cavalos mangalarga marchador, quarto de milha, campolina, pôneis; bubalinos, caprinos savana, anglonobianos, boer, ranqueada santa Inês, dorper, saanen, somalis; gado nelore, gir, girolando, pardo suíço, sindi, jersey, senepol, guzerá e muito mais.

A edição 2019 da Expoece também terá ampliada a programação de oito para nove dias a fim de viabilizar a presença de um público ainda mais significativo. Bares e uma praça de alimentação estarão montados na área do parque para comodidade dos visitantes.

Cerca de quatro mil animais estarão expostos na Expoece, entre bovinos, caprinos, ovinos e equinos; e participarão de concursos e julgamentos com a presença de renomados juízes provenientes de diversos Estados brasileiros especialmente para a exposição. Nas competições, estarão envolvidos 1.300 animais, concorrendo a R$ 60 mil em para expositores e criadores.

Além disso, mais de 70 empresas e instituições estarão presentes na Expoece, que ofertará espaços para comercialização e exposição de produtos em 140 estandes espalhados em 140 mil metros quadrados de área. A expectativa é de que a geração de negócios a curto, médio e longo prazo supere o patamar de R$ 12 milhões registrado em 2018. A exposição receberá criadores e expositores de todo o país, especialmente do Ceará e demais Estados nordestinos.

Mais de 200 mil pessoas deverão circular pelo Parque Governador César Cals durante os oito dias do evento. A exposição deverá gerar cerca de dois mil empregos diretos e três mil indiretos, movimentando o agronegócio e sua cadeia produtiva e a agricultura familiar, além de viabilizar capacitações e a troca de experiências entre os agentes e setores produtivos.

A entrada para a Expoece custará apenas R$ 5,00, com gratuidade para idosos a partir de 65 anos e crianças menores de 12 anos. A abertura oficial do evento está prevista para as 18 horas do sábado, dia 9/11, com a presença de autoridades estaduais e municipais, além de criadores. Entretanto, o público já poderá circular pelo Parque de Exposições a partir das 8 horas do mesmo dia. No primeiro dia da exposição, a entrada será um quilo de alimento não perecível para doação a instituições que atuam junto a pessoas em situação de rua.

Leia a Anterior

Uece realiza maior vestibular da história com mais de 45 mil inscritos

Leia a Próxima

Theatro José de Alencar realiza programação especial em comemoração ao Dia da Consciência Negra