Ministério Público realiza audiência pública para discutir precatório do Fundef

O assunto foi destaque no Jornal Alerta Geral desta quarta-feira (22).

Acontece nesta quinta-feira (23), no auditório da Câmara Municipal uma audiência pública com representantes do Ministério Público Federal – Procuradoria Geral de Tauá com representante de sindicato de professores, o objetivo da audiência é discutir o misterioso precatório do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef). O assunto foi destaque no Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior), pelo correspondente Alverne Lacerda.

Segundo Alverne, “o que se sabe é que Tauá teria R$ 70 milhões de reais esperando por uma decisão. Com esse dinheiro, o município voltaria a crescer”.

O correspondente destacou, também, que a alegria dos criadores com o preço do milho passado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) acabou, pois o preço da saca de milho volta a disparar. De acordo com Alverne, saiu uma nova tabela de preço nessa terça-feira (21), onde estaria custando o valor de R$ 44,50 a saca.

Leia a Anterior

Governo recua e publica novo decreto das armas que proíbe fuzis

Leia a Próxima

Vazamento de água em adutora da Cagece é registrado na Ibiapaba