Mortes por gripe no Brasil já chegam a 199 casos, Ceará registra 19 óbitos por Influenza

As mortes por gripe no Brasil já somam 199 casos em 2019, de acordo com balanço do Ministério da Saúde. A maior parte delas (74,4%) foi provocada pelo vírus H1N1. De acordo com boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria da Saúde do Estado do Ceará (Sesa), 19 pessoas morreram por influenza no estado. Os casos representam 36% das 53 mortes ocasionadas por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) neste ano. Do total contabilizado, sete foram em decorrência do subtipo A H1N1.

De acordo com a secretária, desde fevereiro, foi identificado um aumento no número de casos notificados e confirmados para outros vírus respiratórios de Síndrome Respiratória Aguda Grave não especificada, diferente do padrão encontrado nos dois anos anteriores.

A coordenadora de Vigilância em Saúde do órgão, Danielle Queiroz, explica que o aumento dos casos tem a ver com o padrão de circulação do vírus, como ele está acometendo, em que regiões do Estado está circulando.

Segundo a Secretaria de Saúde do Ceará, a imunização contra a influenza é uma das medidas mais efetivas para a prevenção. A vacina protege contra os três tipos da doença: a H1N1, a H3N2 e a B Colorado. Após a vacinação, a detecção de anticorpos protetores ocorre entre 2 e 3 semanas. Geralmente, apresenta duração de 6 a 12 meses.

A campanha segue até sexta-feira (14).

Leia a Anterior

Anvisa aprova proposta que pode liberar o cultivo de maconha medicinal para indústria e ciência

Leia a Próxima

Em reunião com governadores, Camilo Santana fala sobre fim de privilégios e garantia de direitos dos mais pobres