MPCE promove audiência pública para debater educação inclusiva na rede municipal de Fortaleza nesta quarta

Esta audiência acontece em resposta às informações apresentadas pelo Grupo de Trabalho em Educação Inclusiva (GTEI) durante outra audiência promovida pelo Ministério Público em 9 de novembro de 2018.

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio da 14ª Promotoria de Justiça de Fortaleza, promove audiência pública, nesta quarta-feira (15), às 8h, no auditório das Promotorias de Justiça Especializadas, com o objetivo de discutir a apresentação de um plano de ação, por parte da Secretaria de Educação de Fortaleza, para o desenvolvimento da Educação Inclusiva no ano de 2019.

Esta audiência acontece em resposta às informações apresentadas pelo Grupo de Trabalho em Educação Inclusiva (GTEI) durante outra audiência promovida pelo Ministério Público em 9 de novembro de 2018. Formado por representantes do MPCE e da Universidade Federal do Ceará (UFC), o GTEI expôs, na ocasião, relatório das ações desenvolvidas. A programação dessa audiência abrangeu, ainda, debates sobre a formação continuada para profissionais da educação, as condições de oferta do Atendimento Educacional e do profissional de apoio escolar, o atendimento multidisciplinar ao estudante e a acessibilidade arquitetônica.

Segundo a promotora de Justiça Elizabeth Almeida de Oliveira, tanto a Lei nº 13.005/2014, que institui o Plano Nacional de Educação, quanto a Lei Municipal nº 10.371, de 24 de junho de 2015, a qual aprova o Plano Municipal de Educação de Fortaleza, elegem como meta, no quesito Educação Especial, o dever de universalizar, para a população de quatro a 17 anos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação, o acesso à educação básica e ao atendimento educacional especializado, preferencialmente na rede regular de ensino, com a garantia de sistema educacional inclusivo, de salas de recursos multifuncionais, classes, escolas ou serviços especializados, públicos ou conveniados.

Foram notificados a participar da audiência representantes da Secretaria Municipal de Educação, da Secretaria Municipal de Saúde, da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Desenvolvimento Social, da Coordenadoria de Políticas Públicas para a Pessoa com Deficiência, do Conselho Municipal de Educação, do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, do Fórum de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva do Estado do Ceará e da Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência da Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Ceará (OAB/CE).

GTEI

O GTEI é composto pela 14ª Promotoria de Justiça de Fortaleza e pelos seguintes projetos da UFC: Grupos de Estudos Aplicados em Direitos das Pessoas com Deficiência – Árvore Ser, coordenado pela professora Beatriz Rego Xavier e por Luana Adriano Araújo; Projeto Acessibilidade em Escolas de Ensino Fundamental e Médio das Redes Públicas Estadual e Municipal, coordenado pela professora Zilsa Maria Pinto Santiago; e Grupo Pró-Inclusão: Pesquisas e Estudos sobre Educação Especial e Inclusiva, Práticas Pedagógicas e Formação de Professores, coordenado pelas professoras Francisca Geny Lustosa e Claudiana Maria Nogueira de Melo.

SERVIÇO
Audiência pública sobre educação inclusiva na rede municipal de Fortaleza
Data: 15/05/2019 (quarta-feira)
Hora: 8h às 11h
Local: Auditório das Promotorias de Justiça Especializadas – Rua Lourenço Feitosa, 90 – José Bonifácio, Fortaleza – CE

Leia a Anterior

MPCE firma acordo para reprodução de imóvel histórico em Juazeiro do Norte após demolição irregular

Leia a Próxima

BPRaio comemora nesta segunda dois anos de chegada em Canindé