No Dia do Trabalhador, Prefeito de Aracati “presenteia” servidores retirando direitos trabalhistas

Após gastos absurdos com atrações no Carnaval da cidade, Prefeito suprime direitos dos trabalhadores

Prefeito de Aracati anuncia suspensão de direitos trabalhistas

Ontem (01), os trabalhadores de todo o país aproveitaram o feriado do Dia do Trabalhador da maneira que consideraram adequada. Enquanto alguns foram às ruas em manifestação contra a Reforma da Previdência, outros prefereriam ficar em casa ou ter um momento de lazer com a família.

Em contrapartida, os servidores do município de Aracati não tiveram nada para comemoram muito menos tempo para se manifestar, pois foram surpreendidos logo no começo do dia com um presente desagradável. O prefeito da cidade Bismarck Maia anunciou três decretos que tiram direitos dos servidores.

Os decretos são: 030 – suspende o pagamento dos adicionais noturnos, de insalubridades e periculosidade; 031 – suspende  a gratificação por aumento da produção fixa ou variável na saúde e 032 – suspende os pagamentos adicionais por tempo de serviço quinquênio.

A Prefeitura de Aracati, que no Carnaval deste ano gastou um valor preciso de 3,7 mihões com as atrações artísiticas, agora teve de suprimir direitos trabalhistas, o que tornou as suspensões ainda mais desagradáveis.

Nesta sexta-feira (03), ocorrerá uma reunião com todos os servidores no Sine de Aracati para um diáologo sobre os novos decretos implementados.

Confira a matéria completa na reportagem do correspondente Aurélio Santos diretamente de Aracati, clicando no player logo abaixo:

Leia a Anterior

Explosão destrói fábrica de fogos de artifício clandestina e deixa feridos em Juazeiro do Norte

Leia a Próxima

Segundo presidente da Cogerh, mesmo generosa, quadra chuvosa não está bem distribuída entre municípios cearenses