Número de lares chefiados por mulheres no Ceará cresce mais de 9% em 6 anos

A proporção de lares chefiados por mulheres no Ceará cresceu 9,6% entre 2012 e 2018. Os dados são Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará, o Ipece. Já os lares chefiados por mulheres com cônjuge masculino vivendo sob o mesmo teto cresceu 8% no mesmo período. O estudo analisa a participação feminina na composição familiar e no mercado de trabalho cearense.

O levantamento aponta que a ampliação de domicílios em que as mulheres são indicadas como a responsável pela família evidencia mudanças no padrão de comportamento social, ou seja, o rompimento dos modelos tradicionais, nos quais o homem, como principal provedor de renda.

Já com relação a presença das mulheres no mercado de trabalho, no 4º trimestre de 2018, a taxa de participação da população masculina de 14 anos ou mais de idade na força de trabalho foi de 60,6%, enquanto que a taxa de participação feminina ficou em 41,0%.

Leia a Anterior

Vereador cobra por limpeza de entulhos acumulados na BR 116

Leia a Próxima

Thiago Galhardo terá renovação de contrato automática caso Ceará permaneça na Série A